6 coisas que deve saber sobre a Solenidade da Anunciação


Todos os anos, celebramos a Solenidade da Anunciação, ou seja, quando o Arcanjo Gabriel apareceu à Virgem Maria para anunciar o nascimento de Cristo. Porque este dia é importante?



1. O que significa a palavra “Anunciação”?

Deriva da mesma raiz da palavra “anunciar”. O Arcanjo Gabriel anuncia o nascimento de Cristo com antecipação. “Anunciação” é simplesmente uma maneira antiga de dizer “o anúncio”.



Embora este termo costume ser aplicado ao anúncio do nascimento de Cristo, pode ser utilizado também em outros casos. Por exemplo, em sua livro “A infância de Jesus”, Bento XVI tem seções como “A anunciação do nascimento de João” e “A anunciação a Maria”, porque o nascimento de João Batista também foi anunciado com antecipação.

2. Quando é celebrada a Anunciação e por que, às vezes, muda-se a data?

A Solenidade da Anunciação é celebrada em 25 de março, isto é, nove meses antes do Natal (25 de dezembro), representado os nove meses que Jesus passou no ventre materno.

Entretanto, às vezes, a Anunciação coincide com a Semana Santa, cujos dias têm uma posição litúrgica superior a esta solenidade. De acordo com o Missal Romano: “Todas as vezes que esta solenidade acontece durante a Semana Santa, é transferida para a segunda-feira seguinte ao segundo domingo de Páscoa”.

3. Por que esta história é paralela ao nascimento de João Batista?

O nascimento de João Batista também foi anunciado antecipadamente. Em ambas as histórias há semelhanças:

O Arcanjo Gabriel fez o anúncio;

Anunciou-se a apenas uma pessoa: Zacarias, no caso de João Batista, e Maria, no caso de Jesus;

Anunciou-se o nascimento milagroso de uma pessoa que tem um lugar proeminente no plano de Deus;

Em ambos os casos, realizaram uma pergunta ao anjo (Zacarias perguntou como poderia saber se o que foi anunciado aconteceria; Maria perguntou como iria acontecer);

Um sinal milagroso foi apresentado como prova (Zacarias ficou mudo; Maria foi informada sobre a gravidez milagrosa de Isabel, que estava em seu sexto mês).

Gabriel se afastou.

4. Por que a reação de Maria é diferente da de Zacarias?

À primeira vista, a reação de Maria diante de Gabriel poderia se assemelhar à reação incrédula de Zacarias, mas é fundamentalmente diferente:

Zacarias perguntou como poderia saber se o que o anjo dizia seria verdade. Sua atitude era de ceticismo;

Maria, ao contrário, perguntou como seriam cumpridas as palavras do anjo. Sua atitude foi de uma fé que busca compreender.

5. Como o Arcanjo Gabriel respondeu à pergunta de Maria?

Gabriel lhe disse: “O Espírito virá sobre ti, e o poder do Altíssimo te cobrirá com sua sombra. Por isso, o menino que vai nascer será chamado Santo, Filho de Deus”.

Neste ponto, o Arcanjo indicou a participação das três Pessoas da Santíssima Trindade: através da ação do Espírito Santo, o Pai faz com que o Filho seja concebido em forma humana. Não haverá nenhum pai humano, deixando claro o fato de que o Menino vai ser o Filho de Deus.

Como um exemplo a mais do poder de Deus, o anjo indicou que Isabel, embora idosa e aparentemente estéril, concebeu milagrosamente um filho e estava no sexto mês de gestação. “Para Deus nada é impossível”.

6. Por que o ‘Sim’ de Maria é importante?

A aceitação de Maria deste papel é transcendental, porque ela será a Mãe do Filho de Deus. Apesar dos sofrimentos, em suas diversas formas, ela se colocou por completo a serviço da vontade de Deus, tornando-se protetora do Menina que um dia nasceria e salvaria com amor o mundo.

via ACI

FAÇA SUA DOAÇÃO PARA MANTER ESSA OBRA DE EVANGELIZAÇÃO:

EVANGELIZE COMPARTILHANDO NAS REDES SOCIAIS:

Comentários

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário