Mulher relata cura de doença grave pela devoção ao Sangue de Jesus


A fundadora da Comunidade Católica Água Viva, em Vila Velha (ES), Raquel Carpenter, escreveu um livro para relatar a cura que recebeu pela devoção ao Sangue de Cristo. 

Raquel sofria de lúpus, uma doença autoimune grave que afeta múltiplos órgãos e tecidos provoca fadiga, febre e dor nas articulações.

“Na época, estava tomando mais de 40 medicações, fazendo pulsoterapia (administração de doses elevadas de medicamentos por via endovenosa, durante um curto período de tempo). Não tinha mais o que fazer”, relatou Raquel em entrevista para a ACI Digital. Um dia, ela conheceu a devoção ao Sangue de Jesus e começou a praticá-la diariamente.

“Uma vez, escutei o testemunho de uma pessoa que tinha um problema no sangue e contou que, ao comungar, ela clamava ao Sangue de Jesus, pedindo que trocasse o sangue impuro dela pelo Dele”, contou.

Segundo a autora, ela passou “a clamar diariamente o Sangue de Jesus”. “Nas minhas crises de dor, ao clamar o Sangue de Jesus, as dores diminuíam ou chegavam mesmo a praticamente parar”, contou. No livro, “O Poder do Sangue de Jesus”, Raquel detalha as dificuldades que enfrentou e como a devoção mudou a sua vida.

Raquel transformou os clamores jaculatórios que fazia e transformou no Terço do Sangue de Jesus, que passou a ser rezado na Comunidade Água Viva e repercutido em vários outros lugares. A escritora soube ainda de outros milagres obtidos por fiéis que seguiram o terço. “Tivemos vários testemunhos, inclusive de curas de câncer e tumores (...) experiências fortes e sobrenaturais, muitos milagres”.

A autora promove lives diariamente às 21 horas, no canal da Comunidade Água Viva no Youtube, no Facebook e no Instagram para oração e para prática da devoção ao Sangue de Cristo.

via YouYes
FAÇA SUA DOAÇÃO PARA MANTER ESSA OBRA DE EVANGELIZAÇÃO:

EVANGELIZE COMPARTILHANDO NAS REDES SOCIAIS:

Comentários

Postar um comentário

Faça aqui seu comentário