Maria e José na vida de Jesus

imagem da Sagrada Família

Maria e José tiveram um papel importante na vida de Jesus Cristo, especialmente na sua formação humana e espiritual.


A Virgem Maria e São José tiveram um papel importante na vida de Jesus Cristo, em todas as dimensões, principalmente na sua formação humana e espiritual. Entretanto, Maria e José ainda nem eram casados quando receberam a notícia sobre o nascimento do Verbo Encarnado (cf. Lc 1, 27), o Filho de Deus, a quem dariam o nome de Jesus. Isso significa que ele ainda preparava uma casa para morarem juntos. Nossa Senhora e José não estavam preparados para receber Jesus Cristo. Além disso, Maria e José eram judeus, e estes eram oprimidos pelas nações que guerreavam pelo domínio da Palestina. Jesus Cristo, o Filho de Deus, Senhor e Rei do universo, veio ao mundo numa família despreparada, em meio a um povo perseguido. Ele veio ao mundo para servir o gênero humano, fazendo-se escravo: “Ele, existindo em forma divina, não se apegou ao ser igual a Deus, mas despojou-se, assumindo a forma de escravo e tornando-se semelhante ao ser humano. E encontrado em aspecto humano, humilhou-se, fazendo-se obediente até a morte – e morte de cruz!” (Fl 2, 6-8). Assumindo nossa humanidade, humilhou-se e foi obediente até a morte mais vergonhosa da época, que era morrer crucificado. Jesus assumiu inclusive a situação de pobreza na qual se encontrava Israel, o Povo de Deus. Além disso, o Filho de Deus deixou-se formar naquela humilde família, por Maria e José.


Para realizar a salvação do gênero humano, Jesus veio ao mundo numa família humilde e pobre de Nazaré. Solidário com o sofrimento humano, pela providência divina, Jesus nasceu na pequena cidade de Belém, em um estábulo (cf. Lc 2, 7). Sua infância e sua juventude, o Menino Deus passou ajudando seu pai José, que lhe ensinou seu ofício na carpintaria. Também nesse tempo, a Virgem Maria, sua Mãe, formou Jesus na cultura e na religião judaica. No pacato vilarejo de Nazaré, Jesus foi formado para servir na obediência a seus pais (cf. Lc 2, 51), que na verdade era obediência à própria vontade de Deus.

São José, pai adotivo de Jesus, formou-O no trabalho, no seu ser servo. Com José, o Menino Deus adquiriu a têmpera necessária para suportar a dureza com que Ele foi tratado pelos seus compatriotas, os judeus, e também pelos romanos (cf. Jo 19, 1-16). Jesus também foi formado por José no seu silêncio fecundo, na sua firmeza de caráter, na sua obediência ao Senhor. Por isso, Ele manteve-se impassível, firme como pedra, servo obediente até a morte (cf. Fl 2, 8), no silêncio que consente com a vontade do Pai. Com José, podemos nos deixar formar, para que sejamos fiéis servos a exemplo de Jesus Cristo. Como José, Nossa Senhora também colaborou muito para formar Jesus, talvez mais ainda que seu esposo.

A Virgem Maria, modelo de mulher orante, mas também de mulher de fé, formou Jesus na oração e na fé no Deus único e verdadeiro. O Senhor foi formado por sua Mãe para ser um homem de oração, que sempre se coloca sozinho diante de Deus para orar. Por isso, nós também temos muito que aprender da Mãe de Jesus. Da fé equilibrada com a razão na Virgem Maria, beneficiou-se Jesus e nós também podemos nos beneficiar. Com Maria aprendemos a confiar no Senhor, a entregar-nos à Sua vontade, ainda que esta seja oposta à nossa (cf. Lc 1, 38).

Assim, como Jesus Cristo, deixemo-nos formar por São José e pela Virgem Maria, para que, como Ele, sejamos fiéis à vontade do Pai até o fim. Nos deixemos formar no silêncio e na escuta da Palavra de Deus, para que como José e Maria, sejamos fiéis na missão que nos for confiada. Com José e Maria, aprendamos a oração, a obediência, a entrega total ao projeto de salvação do Pai, que se realiza pelo Filho, no Espírito Santo. Deixemo-nos formar pela Virgem Maria e por São José, como fez Jesus Cristo, para que como Ele sejamos fiéis à vontade do Pai (cf. Lc 22, 42). Nossa Senhora do Bom Sucesso, rogai por nós! São José, valei-nos!

via Canção Nova
FAÇA SUA DOAÇÃO PARA MANTER ESSA OBRA DE EVANGELIZAÇÃO:

EVANGELIZE COMPARTILHANDO NAS REDES SOCIAIS:

Comentários

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário