Inundações atingem gruta das aparições de Nossa Senhora em Lourdes

Santuário segue aberto, mas áreas de imensa importância para os peregrinos estão interditadas, como a gruta e as piscinas procuradas pelos enfermos.



Santuário de Nossa Senhora de Lourdes, no sul da França, está sendo afetado pelo aumento do nível do rio Gave, em decorrências das fortes chuvas na região. O rio transbordou na madrugada de ontem, 13 de junho, inundando a gruta onde a Virgem Maria apareceu em 1858 a Santa Bernadette Soubirous.


gruta fica perto da margem do rio Gave e é um dos pontos mais visitados do santuário, que recebe milhões de peregrinos de todas as partes do mundo, todos os anos.
Junto com a gruta das aparições, também estão interditados o jardim de fontes, as piscinas em que os peregrinos enfermos se banham em busca de cura e as capelas da luz. Há medidas de segurança em execução para proteger a sacristia e a igreja de Santa Bernadette.
Como a inundação está circunscrita às margens do rio, continuam abertas normalmente as basílicas de Nossa Senhora do Rosário e da Imaculada Conceição. Por isso mesmo, nenhuma peregrinação precisou ser cancelada, embora, infelizmente, os peregrinos não possam ter acesso neste momento às importantíssimas áreas inundadas recém-mencionadas.
As inundações não são incomuns em Lourdes. A própria gruta foi materialmente cavada pela força do rio Gave ao longo dos séculos. Os danos costumam relacionar-se principalmente aos muitos detritos e à sujeira trazidos pela correnteza, que demandam, além de uma faxina extraordinária, algumas obras de restauração. Espiritualmente, o maior prejuízo é a impossibilidade momentânea de acesso às áreas atingidas, com toda a importância que elas têm para os peregrinos que procuram a intercessão de Nossa Senhora para sanar necessidades da alma e do corpo. Inundações excepcionalmente poderosas foram vistas em 2012 e 2013, que levaram o santuário a adotar novas medidas de proteção para suavizar os efeitos das cheias do rio.
Confira imagens da enchente neste vídeo:
COMPARTILHE

Comentários