Oração da noite para a Sexta-Feira da Semana Santa


PARA REZAR DURANTE A NOITE.




Esta árvore da cruz cujo fruto humano és Tu, Cristo Jesus, reparou o dano que o pecado causou em nós. Quando te vais, a esta hora de tua amarga morte, é o momento de te dizer: obrigado pelas Bem-aventuranças; obrigado por teu sangue derramado; obrigado por tua vida dada; obrigado por tua justiça, tua paz, teu amor inesgotável para nós. É a hora de tua generosidade: a de mostrar-nos teu amor até o extremo; a hora de dar Tua vida.

LEIA TAMBÉM: [O sofrimento de Maria na morte de Jesus]

É hora do amor e da generosidade, porque só o amor salva. E com o amor a fraternidade, a justiça, a verdade e o serviço fazem-se efetivos. O ódio nos diz desde a cruz, embora não fale, que a violência, as injustiças levam à morte. Diz-nos que se alguém quer amar, que o faça como Tu que nos amou: sem limites. Que se alguém compreende o que está fazendo, que não se encerre já em si mesmo senão que abra os braços para estreitar ao irmão.

LEIA TAMBÉM:  [Reta final da Quaresma: 5 desafios para a Semana Santa]


O caminho da cruz chegou a seu fim. Tudo fica terminado, consumado. Por isso, "reclinando a cabeça, entregou o Espírito". Ante este Cristo morto quero descobrir, viver, celebrar e experimentar que Deus é amor, e que Ele nos amou primeiro. Agora tenho razões para amar, porque fui testemunha de que o amor existe, de que o amor é verdade, de que o amor é Deus que nos amou sem excluir a ninguém. Toca-me agora, dando-me, me fazendo pequeno, perdoando, pondo a outra face, que é o contrário de pisar, humilhar, ferir, recusar.

LEIA TAMBÉM: [Em que pensava Maria quando Jesus foi crucificado?]

Deixa-me que a Teu lado ponha minha cruz, oh Cristo. Deixa que meu sangue se misture com o Teu. Que nunca desde minha cruz blasfeme, pensando que são estéreis a dor e a morte que me une a ela. Que não esbanje minha dor e minhas horas. Que descubra que Tua morte é minha vida.

LEIA TAMBÉM: [Jesus Cristo e o caminho da humilhação]

Amém!
COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS


Comentários