Mãe tem câncer terminal. Quando morre, sua filha vai às lágrimas com o que encontra


As mulheres podem se transformar e mudar incontáveis vezes. Mas, quando têm filhos, elas nunca deixam de ser mães. Seja em momentos alegres, tristes ou quando a doença acomete a família. É um sentimento eterno, além da vida.



Margaret “Peggy” Summers descobriu, em junho de 2016, que tinha um câncer no rim em estágio avançado. Infelizmente ela faleceu, aos 55 anos, no mês passado, em outubro, mas durante os 15 meses desde seu diagnóstico, sua vida foi um turbilhão. Entre idas ao hospital e noites em claro, sua filha Hannah Summers, de 18 anos, ficou ainda mais próxima de Margaret, segundo a revista People. 


Quatro meses antes de sua morte, ela foi submetida a uma cirurgia. Ela sabia dos riscos de não sobreviver. Então, resolveu escrever uma carta para cada um de seus entes queridos, como para o marido e para os filhos. Sua família não achou as cartas até o dia em que ela faleceu – elas estavam escondidas em uma cômoda da casa deles.


Hannah compartilhou nas redes sociais a carta da mãe, muito emocionada. Ela lhe da forças para continuar, com suas palavras carinhosas e cheias de conselhos, o amor de Margaret pela filha transborda através de suas frases:


“Se você está lendo isso, a cirurgia não funcionou bem. Eu quero que você seja feliz e use os dons que Deus lhe deu. Você será uma enfermeira maravilhosa, assim como você é uma pessoa maravilhosa.” dizia na carta. Hannah, que está estudando enfermagem cita a mãe como influência e como encorajamento para seguir seu sonho. Além disso, segundo ela, Margaret é um exemplo de pessoa bondosa e caridosa, que se dedicava a ajudar outras pessoas.


Sobre os conselhos da mãe, Hannah disse: “Isso me faz sorrir porque é como se a mamãe se preocupasse comigo ficando presa no meu carro durante o inverno ou ficando sobrecarregada com a faculdade e o trabalho”
A carta foi digitada, mas Margaret certificou-se de assinar a mão “Mãe”. A jovem, ao compartilhar o documento, deu um conselho para que as pessoas abracem e cuidem mais de seus pais enquanto ainda há tempo. A história delas, embora triste, não deixa de ser tocante e passar uma mensagem de amor e cumplicidade.
Via BOW
COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS


Comentários

LEIA TAMBÉM:

NOSSO APLICATIVO: