Como ganhar indulgência plenária no Dia de Finados para as almas do purgatório?


Devido à pandemia, a Igreja flexibilizou neste ano uma parte das condições habituais.


Indulgência plenária no Dia de Finados para as almas do purgatório: como ganhar? Esta pergunta costuma voltar à tona sempre que se aproxima o dia 2 de novembro.

Tradicionalmente, de fato, a Igreja concede a nós, católicos, a oportunidade de obter uma indulgência plenária para as almas do purgatório por ocasião do Dia de Finados.

Em 2020, porém, a pandemia do coronavírus levou o Vaticano a flexibilizar alguns aspectos das condições habituais para se conseguir a indulgência: em particular, o período para obtê-la.

Normalmente, é preciso realizar as obras enriquecidas de indulgência entre os dias 1º e 8 de novembro, mas, excepcionalmente, o período neste ano foi estendido para todo o mês de novembro.

Indulgência plenária no Dia de Finados

As condições para se obter a indulgência plenária de 2 de novembro, por ocasião da Comemoração de Todos os Fiéis Defuntos, são:

1 – Condições gerais de toda indulgência:
  • Confessar-se, porque, para receber qualquer indulgência plenária, seja para si mesmo ou para as almas do purgatório, é imprescindível estar em graça e desapegado de todo pecado;
  • Receber a Sagrada Comunhão;
  • Rezar pelo Santo Padre e pelas suas intenções de oração.
2 – Condições específicas da indulgência por ocasião do Dia de Finados:
  • Visitar piedosamente uma igreja ou oratório e ali recitar o Pai-Nosso e o Credo: neste ano, poderemos realizar essa visita em qualquer dia do mês de novembro;
  • Visitar um cemitério e rezar pelos defuntos, mesmo que seja apenas mentalmente.
  • Importante: doentes, idosos e pessoas que não podem sair de casa devido às restrições da pandemia podem “unir-se espiritualmente aos outros fiéis”.

Orações sugeridas

No tocante às orações, cada fiel pode fazer as de sua preferência, mas sugerem-se algumas como:

“Eterno Pai, eu vos ofereço o Preciosíssimo Sangue de Vosso Divino Filho Jesus, em união com todas as Missas que hoje são celebradas em todo o mundo; por todas as santas almas do purgatório, pelos pecadores de todos os lugares, pelos pecadores de toda a Igreja, pelos de minha casa e de meus vizinhos. Amém”.

“Dai-lhes, Senhor, o descanso eterno, e que a luz perpétua os ilumine. Descansem em paz. Amém” (três vezes).

A Igreja também recomenda, entre as orações, rezar as Laudes e Vésperas do Ofício dos Defuntos, o rosário (ou terço) mariano, a coroa (ou terço) da Divina Misericórdia ou a leitura meditada de passagens do Evangelho próprias da liturgia dos fiéis defuntos.

A tradição também incentiva os católicos a realizarem uma obra de misericórdia, oferecendo a Deus as dores e dificuldades da própria vida. 

via Aleteia
FAÇA SUA DOAÇÃO PARA MANTER ESSA OBRA:

EVANGELIZE COMPARTILHANDO NAS REDES SOCIAIS:

Comentários

Postar um comentário

Faça aqui seu comentário