Representantes do Vaticano estiveram no Brasil para investigar AFIPE, informou a SSP-GO


Secretário de Segurança, Rodney Miranda informou que intenção dos enviados ao País era analisar a quantidade de recursos financeiros que a entidade arrecadava, que era acima do habitual.



Dois representantes do Vaticano, sede da Igreja Católica Romana, viajaram ao Brasil em setembro de 2019 para apurar a situação da Associação Filhos do Pai Eterno (Afipe), liderada pelo Padre Robson de Oliveira Pereira, reitor do Santuário Basílica de Trindade. 

Havia suspeita sobre a quantidade de recursos financeiros que a entidade arrecadava, acima do habitual, segundo o secretário de Segurança Pública de Goiás (SSP-GO), Rodney Miranda, que recebeu os representantes da igreja. “A assessoria do papa entrou em contato diretamente com a gente”, revela.



“Se juntar tudo isso (bens) certamente vai passar de vários bilhões. Não tem doação no mundo de igreja nenhuma que chegue em patamares parecidos”, descreve o titular da SSP-GO. Segundo ele, os representantes do Vaticano demonstraram preocupação com o claro desvio de finalidade da entidade, que seria para construir a basílica, ajudar pessoas carentes e não enriquecimento ilícito.

Ainda de acordo com Rodney, os representantes do Vaticano disseram que a arrecadação da entidade de Trindade era maior que do Santuário de Aparecida do Norte, em São Paulo. “Aparecida, que é o grande vetor de peregrinação e arrecadação da igreja católica no Brasil não chega a um centésimo de Trindade”, relata o secretário 

via O Popular
FAÇA SUA DOAÇÃO PARA MANTER ESSA OBRA:

EVANGELIZE COMPARTILHANDO NAS REDES SOCIAIS:

Comentários

  1. Obsurdo e tão grande ,ver as pessoas Idolatrando esse larapio, ladrão,que roubou o povo que acreditou que ele iria fazer uma super igreja.
    mais ele estava usando o nome de Deus em vaõ.
    Estamos sendo roubados de todos os lado , na fé na politica .
    só tem um jeito ,criarmos vergonha na cara e ,entender que Deus está em qualquer lugar
    basta vc ter fé e falar com ele.
    aigreja somos nós.


































    ResponderExcluir

Postar um comentário

Faça aqui seu comentário