Por meio do Imaculado Coração de Maria encontramos o caminho que nos aponta ao Céu


Nossa Senhora é nossa mãe. A Mãe que nos foi dada por Jesus do alto da Cruz (cf. Jo 19,26). Ela é a intercessora de toda a humanidade e medianeira das graças, pedimos a mãe, que o filho atende. Vamos entender um pouco sobre essa linda devoção ao Imaculado Coração de Maria. Toda essa devoção é fruto da súplica e da confiança pela reparação e pelos pecados da humanidade inteira. 


Essa devoção é muito antiga, visto que, alguns santos já a veneravam séculos atrás.

Destacamos São João Eudes que, em 1648, conseguiu aprovação do bispo de Autun, na França, e celebrou pela primeira vez o culto ao Imaculado Coração de Maria. A Santa Sé mostrou-se favorável a esse culto pela Igreja em todo o mundo no início do Século XIX. No ano de 1805, o Papa Pio VII, concedeu autorização para a celebração da festa às dioceses e às congregações religiosas que lhe pediam. Já no ano de 1855, o Papa Pio IX aprovou a Missa e o Ofício próprios do Imaculado Coração de Maria. No entanto, foi no ano de 1917, com as aparições da Virgem Maria em Fátima, que essa devoção se propagou ainda mais.



No ano de 1917, Nossa Senhora apareceu a três crianças que pastoreavam animais no pequeno povoado de Fátima, em Portugal. Uma mulher, vestida de branco, que apareceu em uma nuvem sobre uma azinheira, carregava o terço em suas mãos e irradiava muita luz. Esta é uma descrição simplificada da que foi dada por Francisco, Jacinta e Lúcia, os três pastorinhos.

É licito que Deus tenha escolhido o Imaculado Coração de Maria, sem mancha, sem pecado, para que, assim como a salvação do mundo veio por Ela na pessoa de Jesus Cristo, também, é por meio Dela que nós homens e mulheres haveremos de ser salvos. Nossa Senhora afirma: “Se fizerem o que eu vos disser, Salvar-se-ão muitas almas e terão a paz”. (in Memórias da Irmã Lúcia) Desta forma, constitui-se a segunda parte do chamado “Segredo”, que só aos poucos, foi se revelando.

Consagração ao Imaculado Coração de Maria

"Santíssima Virgem Maria, movido pelo ardente desejo de amar-vos como Mãe querida e promover uma terna devoção ao Vosso Imaculado Coração, digníssimo de todo amor e veneração e tão transpassado de dor pelas blasfêmias e ingratidões dos homens, humildemente me prostro ao vossos pés e consagro ao vosso coração doloroso e imaculado para sempre: meu corpo, minha alma, minha vida, meu coração e todo o meu ser. Aceitai, Mãe amorosíssima, esta consagração e guardai-me sempre em vosso coração materno. Ó, minha terna Mãe, em vós confio, quero amar-vos sempre mais e servir-vos com toda felicidade. Abençoai-me, protegei-me e preservai-me de todo o mal. Amém!"


FAÇA SUA DOAÇÃO PARA MANTER ESSA OBRA DE EVANGELIZAÇÃO:

EVANGELIZE COMPARTILHANDO NAS REDES SOCIAIS:

Comentários