"Macumba é do diabo mesmo. É Jesus ou nada!”, afirma Padre Reginaldo Manzotti


Em vídeo compartilhado nas redes sociais, Padre Reginaldo Manzotti falou durante show sobre o sincretismo praticado por muitos católicos.




Segundo o sacerdote, "Macumba é do diabo mesmo. É Jesus ou nada!".

Confira nos vídeos abaixo:



via FDD
FAÇA SUA DOAÇÃO PARA MANTER ESSA OBRA DE EVANGELIZAÇÃO:

EVANGELIZE COMPARTILHANDO NAS REDES SOCIAIS:

Comentários

  1. Boa noite Padre, que Nosso Amado Senhor Jesus derrame sobre vós muitas bençãos! Muita Luz!
    Pergunto ao Senhor, o que é essa entidade que o senhor chama de diabo?
    É uma referência ao que faz mal ao ser humano? É uma referência as coisas que afastam o ser humano de Deus e do seu infinito Amor?
    O que seria padre?
    Seria pregar dogmas que tornam as pessoas escravas e cegas seguidoras de uma crença que não as deixa evoluir?
    O que seria o diabo padre?
    Seria padre atacar as outras crenças por que não concordo ou por que escolho caminhos diferentes para buscar Deus, o mesmo Deus que para todos sem distinção até mesmo para esse "diabo" dá todos os dias o calor do sol e a luz das estrelas, então padre o que ou quem é esse diabo ao qual o senhor se refere?
    Me perdoe padre, mas agindo desta forma, o senhor não fica parecido com este "diabo" que quer combater?
    Mais Amor padre, mais Compreensão, mais Caridade, mais aceitação, sejamos cristãos padre, e acolhemos a todos, pois todos, até o "diabo" é filho de Deus.

    ResponderExcluir
  2. PERGUNTO AO EXMO PADRE: QUEM ENTRA EM IGREJAS CATÓLICAS E DESTRÓI AS IMAGENS DOS SANTOS? SÃO OS PRATICANTES DAS CHAMADAS RELIGIÕES DE MATRIZ AFRICANA? SE O SENHOR NÃO SABE. EU LHE RESPONDO COM TODO PRAZER, SÃO EVANGÉLICOS, QUE DIZEM QUE SÓ JESUS E MAIS NADA, PORTANTO, INTOLERANTES COMO O SENHOR. MAS NÃO SE ESQUEÇA INTOLERÂNCIA RELIGIOSA É CRIME.

    ResponderExcluir
  3. UMA COISINHA SÓ, QUANDO O SENHOR CRITICA A RELIGIÃO DOS OUTROS, O SENHOR DEIXA DE PRATICAR A SUA.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário