Os anjos da guarda realmente existem?


“Cuidado! Não desprezem nenhum desses pequeninos. Eu afirmo a vocês que os anjos estão sempre vendo a face do Pai celeste” (Mateus 18,10).


Cada um de nós tem, de fato, um espírito celeste designado para nos guardar – daí o adjetivo (anjo da guarda), e para nos guiar. São João XXIII afirma que nossa fé nos ensina que nenhum de nós está só. “Desde que a alma é criada por Deus, um anjo é chamado para ficar ao seu lado durante toda a sua peregrinação terrestre”, comenta ele.


No entanto, a missão do anjo da guarda não deve ser confundida com seguro contra riscos. Os anjos existem para nos proteger contra os maus passos, sobretudo aqueles que são imputáveis à imprudência. Todos nós somos seres livres! Restringir os ministérios dos anjos a um papel de defesa e de proteção, sobretudo no plano material, é um erro.

O anjo da guarda é, sobretudo, o nosso pedagogo e guia espiritual. Ele oferece a Deus a sua prece e suas boas ações, inspira você a seguir o caminho do bem, ajuda você a se desapegar dos bens materiais e temporais e a tornar você digno(a) das riquezas imperecíveis do céu.

Podemos, certamente, dizer que esses pequeninos nos dão a luz do caminho espiritual, o conselho nas tomadas de decisões, a força diante das tentações, a coragem nas dificuldades, o consolo no sofrimento, a proteção no perigo e a esperança do Céu nos últimos instantes da vida terrestre.

Segundo São Bernardo, viver com o nosso companheiro invisível implica em três atitudes: “o respeito pela sua presença, a afeição devota pela sua bondade e a confiança em sua proteção”. Por isso é tão importante nos dirigirmos ao nosso anjo da guarda sempre que possível!

O site Hozana começará uma novena online, na próxima segunda (10 de junho de 2019), para todos aqueles que quiserem rezar pelos seus anjos da guarda. Durante nove dias você será contemplado(a) com textos lindos sobre esses pequenos seres de luz. Faça parte dessa novena clicando aqui.

via Aleteia

FAÇA SUA DOAÇÃO PARA MANTER ESSA OBRA DE EVANGELIZAÇÃO:
EVANGELIZE COMPARTILHANDO NAS REDES SOCIAIS:

Comentários

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário