A reação deste sacerdote viralizou após alguém deixar cair a Eucaristia na Missa


Há alguns dias, em uma Missa nos Estados Unidos, uma pessoa deixou a hóstia consagrada cair no chão e a reação do sacerdote celebrante viralizou nas redes sociais.


"Na Missa desta noite, alguém deixou a Eucaristia cair no chão e essa foi a reação do Pe. Jim. Depois que todos receberam a Comunhão, ele se prostrou em um dos joelhos, levantou a hóstia e a consumiu. Em seguida, limpou o chão com a mão e lambeu sua mão", escreveu Nick Switzer em sua conta do Facebook em 5 de janeiro.


A publicação viralizou rapidamente, foi compartilhada mais de 4700 vezes e tem mais de 9 mil reações.
A Missa foi presidida pelo pároco Pe. James (Jim) Rafferty na Paróquia St. Mary Our Lady of the Annunciation, na cidade de Rockwood, Arquidiocese de Detroit, Michigan.
"Enquanto um dos acólitos foi buscar um sanguíneo e água, Pe. Jim ficou no lugar em posição de genuflexão como se estivesse adorando o local onde a Eucaristia caiu, como se fosse terra santa", continuou o relato.
"O acólito lhe deu o sanguíneo e a água, e Pe. Jim limpou completamente o local e de forma muito reverente. Foi lindo. A mulher que estava à minha frente chorou e eu quase chorei. O organista continuou tocando enquanto isso acontecia. Foi muito inspirador", disse Switzer.
Depois do relato, Nick Switzer fez uma reflexão sobre o que significou para ele aquela reação devota do sacerdote.
"A Eucaristia não é apenas pão, mas o corpo, sangue, alma e divindade de Jesus Cristo. E são os sacerdotes como Pe. Jim, que tratam a Eucaristia como o que a Eucaristia realmente é, que mostram aos seus fiéis o presente incrível que temos na Igreja Católica. Obrigado Padre Jim", escreveu.
A Paróquia St. Mary Our Lady of the Annunciation confirmou ao Grupo ACI a autenticidade do relato de Switzer.
O que se deve fazer quando uma hóstia consagrada cai no chão?
O numeral 280 da Instrução Geral do Missal Romano declara que, "se cair no chão alguma hóstia ou partícula, recolhe-se reverentemente. Se acaso se derramar o Sangue do Senhor, lava-se com água o local em que tenha caído e deita-se depois essa água no sumidoiro colocado na sacristia".
O sumidoiro é uma "bacia especial que tem um dreno diretamente no solo, onde se joga a água que sobra da celebração da Eucaristia, assim como a água com que se lavam os objetos sagrados. Geralmente fica na sacristia".
A definição do numeral 280 da Instrução Geral do Missal Romano tem suas origens em um documento mais antigo chamado De Defectibus, no qual se lê que "se a hóstia consagrada, ou qualquer partícula dela, cair no chão, ela deve ser reverentemente retomada, e o lugar onde caiu lavado e ligeiramente raspado, sendo o ponto ou a raspagem colocados no sacrário".
Em relação à posição em que Pe. Rafferty esperou para receber a água e sanguíneo cabe recordar que realmente se chama genuflexão, conforme relatado por Nick Switzer.
O numeral 274 da Instrução Geral do Missal Romano afirma que "a genuflexão, que se faz dobrando o joelho direito até ao solo, significa adoração; é por isso reservada ao Santíssimo Sacramento e à santa Cruz desde a solene adoração na Ação litúrgica da Sexta-Feira da Paixão do Senhor, até ao início da Vigília pascal".

via ACI
Nos ajude na evangelização compartilhando nas redes sociais!

COMPARTILHE

Comentários