Oração a São Peregrino para pedir a graça da cura do câncer: o santo que carregou essa mesma cruz


O câncer é uma das cruzes mais pesadas que se conhecem e um dos maiores mistérios que Deus permite em nosso mundo decaído. 



Por mais que haja progressos encorajadores no entendimento dessa doença e nas possibilidades de evitá-la, mitigá-la e curá-la, o câncer continua sendo um golpe doloroso, não só fisicamente, mas também espiritualmente: é comum que o doente e seus familiares se revoltem e enfrentem uma brutal provação de fé, perguntando-se do fundo da alma: Por quê, meu Deus? Para quê, ó Deus? É um mistério que dói no corpo e no espírito.



Durante a sua curta vida na terra, o próprio Jesus curou muitas pessoas que se aproximaram d’Ele com fé sincera. No entanto, Ele não evitou o sofrimento de todos os Seus amigos. Aliás, Ele próprio encarou sofrimentos inimagináveis ao aceitar o tipo de morte que aceitou. De novo, o insondável mistério da dor. Por quê? Para quê?

Nós, católicos, acreditamos que Deus tem um propósito, mesmo em meio ao que nos parece absurdo e até incompatível com a Sua bondade infinita.

São inúmeros os casos de santos que enfrentaram sofrimentos atrozes e deles saíram fortalecidos e repletos de uma paz que o conforto sensível é incapaz de proporcionar. São inúmeros os casos de pessoas simples e de fé singela que, mesmo enfrentando a doença e a morte, mantêm a alma serena e lúcida na vívida esperança da eternidade. Às vezes, a cura do corpo é permitida. Outras vezes, não. E é fácil desconfiar da bondade de Deus quando parece que Ele se afastou de nós em meio a tanto sofrimento.

Porém, ao mesmo tempo que permite a provação, Deus nos proporciona os meios para enfrentá-la. A medicina é um deles: podemos e devemos usar os recursos médicos que estão ao nosso alcance. A ciência está a serviço do nosso progresso humano. Mas também podemos recorrer ao tesouro dos meios espirituais, entre os quais a comunhão com os santos, cujo testemunho de vida e cuja intercessão cara a cara diante de Deus podem nos ajudar a fortalecer a nossa própria fé. É claro que podemos pedir qualquer graça diretamente a Deus. Mas Ele nos quer unidos como família: por isso podemos “juntar” as nossas forças espirituais à força da fé dos nossos irmãos e irmãs que convivem conosco nesta vida e que já nos precederam na eternidade.

Há um santo reconhecido pela poderosa intercessão em favor dos que sofrem de câncer: São Peregrino.

Italiano do século XIV, ele próprio sofreu uma infecção cancerosa na perna e, após a sua morte, começou a ser venerado como padroeiro dos pacientes de câncer. Muitos milagres foram atribuídos à sua intercessão.

Esta é uma oração simples a São Peregrino, pedindo, por sua intercessão junto a Deus, a graça da cura do câncer:

Oração a São Peregrino

Ó grande São Peregrino, tu foste chamado poderoso e obrador de maravilhas por causa dos numerosos milagres que obtiveste de Deus em favor daqueles que a ti recorreram.

Carregaste em tua própria carne a doença do câncer, que destrói a própria fibra do nosso ser e recorreste à fonte de toda graça quando o poder do homem nada mais podia fazer.

Foste favorecido com a visão de Jesus que descia da Cruz para curar tua aflição.

Pede a Deus e a Nossa Senhora a cura dos doentes que confiamos a ti.

(Neste momento, recorde silenciosamente os nomes daqueles por quem você está rezando)

Ajudados assim pela tua poderosa intercessão, nós cantamos a Deus, agora e por toda a eternidade, um cantar de gratidão pela Sua imensa bondade e misericórdia.

Amém.

via Aleteia
COMPARTILHE

Comentários