Manto da imagem de Nossa Senhora Guadalupe muda de cor de forma inexplicável


Uma réplica da imagem da Virgem de Guadalupe, doada anos atrás ao Santuário de Maria do Rosário (San Nicolás de Los Arroyos) mudou a cor do manto para azul celeste, de forma inexplicável.



O mesmo fenômeno ocorrera anos atrás, na casa de retiro "Casa de Maria", em Lujan, aonde está o Santuário Nacional argentino.



Essa notícia, veiculada no jornal VALORAR (Argentina) traz os detalhes desse acontecido, tenho como testemunhas a diretora e jornalista do jornal Claudia Echeverria e Paula Frossero, entre outros.

A imagem, réplica daquela impressa na tilma do índio Juan Diego, foi abençoada pelo bispo de Guadalupe e entregue ao bispo de San Nicolás, Mons. Domingos Salvador Castagna, na cidade do México, para ser levada ao Santuário de San Nicolás. Ali esteve exposta, na lateral esquerda do Santuário, tendo sido removida do local quando da construção da última etapa do Santuário.

A imagem, em tamanho original, com selo de autenticidade, sendo uma réplica, foi confeccionada em ótimo papel fotográfico, e processo resistente a intempéries. No caso da réplica de Lujan, que alterou da mesma forma a cor do manto, tornando-se semelhante ao manto da Virgem de Lujan, o fato foi analisado por peritos, que concluíram não se tratar de exposição a fatores externos, deixando a todos surpreendidos.

O fato ocorrido em San Nicolás e dado a conhecer no dia 06/09/2018, ainda a ser estudado, chama a atenção de muitos e isso recorda a vitória recente do Movimento Pró Vida na Argentina, por 38 x 31 votos, no dia 09 de Agosto passado próximo.

A ONDA CELESTE PELA VIDA, com o lema: SALVEMOS AS 2 VIDAS, com o apoio de muitos setores da Sociedade Civil e de milhares de católicos, barrou a aprovação do aborto naquele País.

Terá sido esse, um sinal para lembrar a todos a importância da defesa da VIDA, desde o ventre materno até seu ocaso natural? 

Chama ainda a atenção o fato ter sido percebido e divulgado próximo da comemoração dos 35 anos da presença da Virgem Maria em San Nicolás. Este local, tem sido meta de intensa peregrinação, especialmente nos dias 25 de cada Mês, atraindo multidões de fiéis ao local abençoado pela presença materna da Virgem, sob o título de MARIA do Rosário. Ali, no local indicado pela Virgem Maria construiu-se um importante Santuário, que foi concluído no ano 2014. As manifestações, ocorridas à partir de 25 de Setembro de 1983, tiveram ainda seu reconhecimento OFICIAL da IGREJA na festa da Santíssima Trindade, no ano 2016.

Chama a atenção, e nos faz pensar se seria uma coincidência providencial, um SINAL da presença e da proteção de MARIA, não somente para os argentinos, mas para toda a América Latina, já que uma "cultura de morte" tenta ganhar corpo em diversos Países. No dia 05/02/1985, assim relatou Gladys aos superiores eclesiásticos de San Nicolás: “Hoje pela manhã tenho uma visão: Vejo uma rua, eu me encontro parada e uns monstros enormes vêm em minha direção, é como uma avalanche, são horríveis e outros parecem pessoas, porém muito feias, têm a cabeça e as orelhas grandes. Quando estão bem próximos de mim, aparece uma MURALHA AZUL CELESTE, e se interpõe entre os monstros e eu. 

Logo vejo a Virgem e me diz: ESSES MONSTROS REPRESENTAM O MALIGNO, QUE QUER ATACAR A IGREJA E A MURALHA É MEU MANTO PROTETOR. O SENHOR ME COLOCA COMO ESCUDO, COMO GUARDIÃ, EU OS DEFENDEREI, MEUS FILHOS!"

O Movimento iniciado na Argentina, e que deu vitória à causa pela VIDA, continua a percorrer os Países vizinhos, conquistando pessoas que desejam ser, sob o manto protetor da Virgem de Guadalupe, protetora da América Latina, uma barreira azul, contra a cultura de morte, à favor da FAMÍLIA e da VIDA!

OREMOS para que o manto protetor da Virgem, sob os títulos de GUADALUPE e APARECIDA nos abriguem e nos levem à VITÓRIA!



via Front Católico
COMPARTILHE

Comentários