Devoção e consagração a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro


Ela é o socorro seguro e certo dos que a invocam com amor de filho.



A devoção a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro começou a ser propagada a partir de 1870 e espalhou-se por todo o mundo. Trata-se de uma pintura do século XIII, de estilo bizantino. Segundo a tradição, foi trazida de Creta, Grécia, por um negociante. E, desde 1499, foi honrada na Igreja de São Mateus in Merulana.




Em 1812, o velho Santuário foi demolido. O quadro foi colocado, então, num oratório dos padres agostinianos. Em 1866, os redentoristas obtiveram de Pio IX o quadro da imagem milagrosa. Nossa Senhora do Perpétuo Socorro foi colocada na Igreja de Santo Afonso, em Roma. De semblante grave e melancólico, Nossa Senhora traz no braço esquerdo o Menino Jesus, ao qual o Arcanjo Gabriel apresenta quatro cravos e uma cruz. Ela é a senhora da morte e a rainha da vida, o socorro seguro e certo dos que a invocam com amor filial.

Consagração a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

Ó Mãe do Perpétuo Socorro, diante de Vosso Bondoso olhar, me coloco humildemente, recorrendo como filho  Vossa Maternal bondade.

Vós sois meu refúgio, esperança e proteção. 

Atendei, Ó Rainha, ao desejo que tenho de possuir o Amor Eterno, a graça de Deus Pai, a Salvação para minha alma e para vida daqueles por quem suplico.

Dai-me sempre a graça de seguir Jesus na família dos filhos do Divino Pai Eterno, nas virtudes e na santidade de vida.

Recebei, Ó Rainha Santíssima, minhas preces e necessidades, elevando o meu coração ao Vosso Filho, meu Senhor e Redentor. 

Consagro a Vós meus olhos para que sejam a lâmpada de minha alma, meus ouvidos para que estejam sempre atentos aos apelos do Evangelho, minha boca para que sempre proclame que sois a luz do meu viver. 

Consagro a Vós, ó Mãe Incomparável, minha alegria e minha dor, minha mente e meu coração, minha vida e minha morte no desejo da eternidade sem fim.

Consagro todo meu ser a vós, Ó Mãe do Perpétuo Socorro, carregando a minha cruze renunciando a todo mal.

Amém!

via Pai Eterno

COMPARTILHE

Comentários