Após revoltam de Católicos, a Arquidiocese de São Paulo manifesta sobre padres com Lula


A Arquidiocese de São Paulo, sob a chefia do seu Arcebispo, o Cardeal Dom Odilo Scherer, se manifestou sobre a revolta de católicos nas redes sociais acerca da participação de sacerdotes, da Santa Igreja, no Sindicato de Metalúrgicos do ABC, com Lula e o PT.

LEIA TAMBÉM: [Católicos denunciam abusos litúrgicos celebrado por bispos e padres em homenagem a Dona Marisa]



CONFIRA A NOTA OFICIAL DA ARQUIDIOCESE DE SÃO PAULO:

Sobre o ato religioso realizado ontem na frente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, a assessoria de imprensa da Arquidiocese de São Paulo esclarece que:

1. Não se tratou de Missa, mas de um ato ecumênico;

2. Foi iniciativa pessoal de quem promoveu o ato;

3. Não houve participação da CNBB nem da arquidiocese de São Paulo;

4. O ato aconteceu fora da jurisdição e responsabilidade do arcebispo e da arquidiocese de São Paulo;

O arcebispo de São Paulo lamenta a instrumentalização política do ato religioso.

via FDD


COMPARTILHE

Comentários

Sou católico, engraçado como foi de grande participação para uma celebração para fins políticos,um tio meu faleceu e estava sendo velado ao lado de uma igreja em uma paróquia que ele nao era dizimista.O padre de sua paróquia nao foi encontrado,dessa forma foi solicitado a celebração para o padre da paróquia ao lado onde ele estava sendo velado e a família foi informada que não poderia ser atendida pois ele não era dizimista dessa paróquia aí lhe pergunto onde está o comprometimento cristão,onde está a fé sem interesse amor ao próximo todo o amor que muitos padres pregam?