São José: O poder comprovado de sua intercessão


Numerosos escritores josefinos e santos defenderam o grande poder de intercessão de São José, justamente por reunir em si um tesouro de riquezas, concentrando os esplendores de todos os santos.



O grande teólogo Tomás de Aquino ensina que “alguns santos receberam o privilégio de nos proteger em casos especiais; a São José, porém, foi conferido o encargo de nos socorrer em todas as necessidades”.

LEIA TAMBÉM: [Se seu filho está distante e a saudade aperta, reze por ele essa oração]
Santa Teresa d’Ávila diz que: “no céu é feito tudo o que São José pede”. De fato, depois de Maria, São José ocupa o primeiro lugar no coração de Deus; assim, ninguém depois de Maria e do Salvador pode nos conceder mais graças que São José.
Gerson diz que: “No céu São José não pede, mas manda, não impetra, mas impera”.

LEIA TAMBÉM: [Papa Francisco: povo de Deus não pode perdoar, um padre apegado ao dinheiro e um padre que maltrata as pessoas]
Afirmou Santa Teresa, uma grande devota de São José: “que nunca me lembro de haver pedido uma graça a São José sem que a tenha recebido imediatamente”.


O fundador da Congregação dos Oblatos de São José, o bem-aventurado José Marello, confiava tanto no poder de intercessão de São José, que afirmava: “Se São José não concedesse graças, não seria mais São José”. Para Santa Teresa, as graças que São José concede são: a busca do perdão dos pecados, o amor a Jesus e Maria, uma vida interior e uma boa morte.

LEIA TAMBÉM: [Oração a São José para conseguir uma casa]
É diante de tamanho poder de intercessão que o Papa Bento XV considerou que os devotos de São José têm o caminho mais breve para a santidade; e Pio XI, grande devoto do pai de Jesus, afirmou que ele tem diante de Deus uma intercessão “onipotente”.
Pe. José Antonio Bertolin, OSJ

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS


Comentários