A história do ícone de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro


O admirável ícone de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro eu seu significado para a piedade cristã.



O quadro de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro é um ícone oriental de beleza e significado admiráveis, consagrado pela piedade e devoção cristãs. Este é o ícone da tradição bizantina mais venerado em todo o mundo, graças à propagação da devoção a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro feita pelos redentoristas. 


A origem do ícone de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro é desconhecida. Porém, alguns historiadores afirmam que o quadro foi pintado por uma artista grego, por volta do século XIII ou XIV. De modo geral, o ícone é um sacramental, um sinal da graça divina, e um auxílio para a vida espiritual dos cristãos. Da mesma forma que Jesus Cristo, “Aquele que assume a história humana e torna-se a revelação concreta da Palavra de Deus”, é a imagem de Deus invisível, o ícone é a imagem artística e religiosa de Deus, Transcendente e Invisível, dos anjos e dos santos, que nos leva à oração e à meditação quando o contemplamos. 

O significado tradicional do ícone de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro nos coloca diante da Mãe da Igreja, que se faz presente em nossas vidas, especialmente nos momentos de sofrimento e tribulação. A Virgem Maria foi representada no ícone a meio corpo, segurando o Menino Jesus nos braços. Neste ícone, tudo tem significado: as cores, as legendas, as atitudes e até mesmo os pequenos detalhes. 

Os caracteres gregos são a abreviatura dos nomes das quatro figuras presentes, a Mãe de Deus, seu Filho Jesus Cristo e os arcanjos Gabriel e Miguel. Os dois arcanjos mostram os instrumentos da Paixão: a cana com esponja, a lança, os cravos e a cruz. A cor de ouro do fundo da pintura nos recorda os valores permanentes, dando à moldura do ícone um caráter de eternidade, à qual a Mãe da Igreja quer encaminhar todos os seus filhos.

O Menino Deus, assustado pela visão dos instrumentos de sua Paixão, de seus sofrimentos e de sua morte, lança-se nos braços de sua Mãe. A angústia de Jesus não é demonstrada tanto pela expressão de seu rosto, mas por suas atitudes. Jesus Menino agarra-se à mão que a Mãe lhe estende para confortá-lo e, no movimento brusco, deixa escorregar a sandália do seu pé direito.
Os olhos da Virgem Maria, cheios de compaixão e ternura, voltam-se para nós, que a contemplamos; ela está pronta para socorrer-nos e amparar-nos em qualquer momento, mas particularmente quando nos assustamos por causa do mistério da paixão e da cruz. O olhar materno de Nossa Senhora é um apelo para que nós evitemos o pecado, que foi a causa da morte de seu amado Filho Jesus Cristo.
Assim, o ícone de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro nos traz à mente e ao coração a imagem da Mãe de Deus, que acolhe o seu Filho Jesus Cristo e a cada um de nós em seus braços maternos. A Virgem Maria acolhe seu Filho, que está assustado com a imagem dos anjos que seguram os instrumentos de sua Paixão, e acolhe a cada um de nós que por vezes nos assustamos com a nossa participação nos sofrimentos de Cristo. A Mãe da Igreja cuida de cada um de nós, especialmente nos momentos de angústia, de tribulação, de dor e de sofrimento. Por isso, confiemos tudo nas mãos maternas de Maria, na certeza de que ela cuida de nós, como cuidou de seu Filho Jesus Cristo. Olhemos para o rosto materno da Virgem Mãe, que nos convida a evitar todo pecado e a nos entregar com confiança ao desígnio divino da salvação para todos nós. Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, rogai por nós!

RECOMENDAMOS TAMBÉM:
1) Novena de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro
2) Oração de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro


via Santuário de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

FAÇA SUA DOAÇÃO PARA MANTER ESSA OBRA DE EVANGELIZAÇÃO:

EVANGELIZE COMPARTILHANDO NAS REDES SOCIAIS: