Uma Roseira Mística para devotos de Maria

São Luís Maria oferece uma Roseira Mística para as almas devotas da Virgem Maria.
Nossa Senhora de Fátima
São Luís Maria Grignion de Montfort, no seu livro “O Segredo do Rosário”, oferece uma Roseira Mística para as almas devotas de Jesus Cristo e da Santíssima Virgem Maria. O Santo nos ensina como e onde plantar esta Roseira, e também como cuidar dela, regá-la e cultivá-la. Poeticamente, São Luís Maria nos fala como é formada esta Roseira e o que simboliza cada uma de suas partes, as folhas, os espinhos, as rosas, os botões, o seu perfume. Depois de nos apresentar esta Roseira Mística, somos chamados a cultivá-la, regá-la, para que ela produza o fruto que dela se espera.

Às boas e devotas almas, que andam na luz do Espírito Santo, São Luís dá esta pequena Roseira Mística, que vem diretamente dos Céus e que deve ser plantada diretamente no jardim de suas almas. Esta Roseira não fere a fragrância das flores de nossas contemplações, pois ela é uma Roseira Celestial e sua fragrância é deliciosa. Esta não perturbará em quase nada na ordem de nosso jardim tão bem plantado, porque, sendo em si própria toda pura e bem ordenada, a todos encaminha à ordem e à pureza. Às pessoas que acolherem e cuidarem desta Roseira, o Santo de Montfort faz uma promessa: “Se ela for cuidadosamente regada e cultivada propriamente, todos os dias, ela crescerá a uma altura maravilhosa e seus galhos se dilatarão a uma tamanha extensão que, não somente não perturbará às demais devoções, como também as conservará e as aperfeiçoará”.
As almas espirituais compreenderão que esta Roseira Mística é constituída de Jesus Cristo, e da Virgem Maria, com sua vida, morte e eternidade. As folhas verdes desta Roseira são os Mistérios Gozosos, os espinhos são os Dolorosos e as rosas são os Mistérios Gloriosos de Jesus e Maria. Os botões são a infância de Jesus e de Maria, as rosas entreabertas mostram-nos o Filho e sua Mãe em seus sofrimentos, e as totalmente abertas mostram ambos em sua glória e em seu triunfo. Uma rosa nos alegra por causa da sua formosura, nela recordamos de Jesus e Maria nos Mistérios Gozosos. Seus espinhos são pontudos e ferem, o que nos lembra a Mãe e o Filho nos Mistérios Dolorosos. O perfume desta rosa é tão suave que todos a amam, e sua fragrância simboliza os Mistérios Gloriosos.
Depois de nos entregar esta Roseira Mística, São Luís Maria faz algumas recomendações importantes: “Por favor, não desprezem, pois, esta roseira maravilhosa e celestial, mas plantai-a com suas próprias mãos no jardim de suas almas, tomando-a resolução de rezar o Rosário todos os dias. Cultive-a e regue-a, rezando-o todos os dias e fazendo boas ações afofando a terra ao seu redor”. Em seguida, o Santo nos dirige uma profecia: “você contemplará esta pequena semente que lhe dei, e que aparenta ser bem pequena agora, mas que com o tempo se tornará tão grande como uma árvore, tão grande que os pássaros nos Céus, ou seja, as almas predestinadas e contemplativas, nela farão morada e nela edificarão seus ninhos. E o melhor de tudo, alimentar-se-ão dos frutos da árvore, que não é outro que o adorável Jesus, a quem seja dada toda honra e glória para sempre e sempre. Amém”.
Assim, depois de conhecer toda sua beleza e os seus benefícios, acolhamos esta Roseira Mística que nos é dada de presente por São Luís de Montfort. Como ele recomendou, plantemos esta Roseira no jardim de nossas almas e cuidemos dela, cultivando-a e regando-a constantemente. Rezemos o Santo Rosário todos os dias com amor e devoção a Jesus Cristo e a Virgem Maria. Contemplemos: a beleza das folhas desta Roseira, nos Mistérios Gozosos; as dores causados pelos espinhos, nos Mistérios Dolorosos; a beleza e a fragrância das rosas, nos Mistérios Gloriosos. Não tenhamos medo de que o Rosário nos afaste de Jesus, pois o fruto desta árvore espiritual não é outro senão o próprio Cristo, centro da contemplação desta Roseira Mística, a quem sempre a sua Mãe Santíssima nos diz para obedecer: “Fazei tudo o que Ele vos disser” (Jo 2, 5). Nossa Senhora do Rosário, rogai por nós! Fonte: CN

Comentários