Papa Francisco abraça e beija homem com rosto completamente desfigurado

O papa Francisco protagonizou um novo gesto de ternura para os mais desfavorecidos ao abraçar e beijar um homem com o rosto completamente desfigurado ao término da audiência geral desta quarta-feira realizada na Praça de São Pedro do Vaticano.
O homem, de meia-idade e cujo rosto está deformado por uma doença, conseguiu que o Papa dedicasse a ele um momento de atenção durante a habitual aproximação dos fiéis que o pontífice realiza na maior parte das suas aparições públicas.
A imagem do abraço e dos beijos do Papa no homem, cuja identidade é desconhecida, foi uma das que mais chamou a atenção hoje durante a audiência geral, na qual participaram cerca de 50 mil pessoas.

Entre as pessoas que tiveram a oportunidade de se aproximar hoje do Papa estavam também doentes de fibrose quística. Com elas, o Papa trocou algumas palavras, expressou seu apoio e deu sorrisos e abraços. Diante de uma criança incapacitada, o pontífice parou para benzê-lo e secar sua boca com um lenço, enquanto a mãe chorava de emoção ao lado.
Durante a audiência, Francisco revelou que ele também se confessa a cada 15 dias porque "é um pecador" e precisa de alguém que o escute, aconselhe e perdoe. Conforme com isso, ele também precisa "deste perdão".

Comentários

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário