Copacabana se transforma no Campus Fidei

Madrugada animada fez de Copacabana um verdadeiro campo da fé
Por Daniel Machado
Enviado especial ao Rio de Janeiro
Quase 1 milhão de pessoas decidiram pernoitar na orla de Copacabana, durante a madrugada deste domingo (28), e viver intensamente o clima de peregrinação próprio da Jornada Mundial da Juventude. Nem os 15° registrados na ante manhã desanimou os jovens.
Os peregrinos se espalharam desde as areias da praia até o calçadão e ruas do bairro enrolados em cobertores, sacos de dormir ou até mesmo dentro de barracas improvisadas em pleno asfalto.
Areia da praia e ruas da cidade ficam tomadas de sacos de dormir e barracas improvisadas (Foto: Daniel Machado)
Areia da praia e ruas da cidade ficam tomadas de sacos de dormir e barracas improvisadas (Foto: Daniel Machado)
Mas nem todos fizeram a opção de descansar, pois andando pela Avenida Atlântica era possível encontrar diversos grupos em rodas de cantos e danças.
Na areia de Copacabana alguns padres se revesavam no atendimento de confissões, outros se colocaram a rezar o rosário ou até mesmo partilhar sobre as experiências da JMJ. Garis, policiais e até soldados do exército ficavam admirados com a animação de alguns.
A madrugada dos dias 27 e 28 já entrou para a história como o dia em que Copacabana, literalmente, se transformou em um grande Campus Fidei.
Padre Marcelo, sacerdote argentino se posicionou na praia de Copacabana para atender confissões (Foto: Daniel Machado)
Padre Marcelo, sacerdote argentino se posicionou na praia de Copacabana para atender confissões (Foto: Daniel Machado)
Garis observam a animação de um grupo de peregrinos na avenida (Foto: Daniel Machado)
Garis observam a animação de um grupo de peregrinos na avenida (Foto: Daniel Machado)
Boneco de Jesus de braços abertos faz sucesso entre os peregrinos (Foto: Daniel Machado)
Boneco de Jesus de braços abertos faz sucesso entre os peregrinos (Foto: Daniel Machado)

Comentários