Justin Bieber: contra o aborto mesmo em caso de estupro


Justin Bieber chocou Hollywood quando declarou em entrevista à revista Rolling Stones que é contra o aborto.


A jornalista, surpresa com a declaração de Bieber, tratou de confirmar se o cantor, em determinadas circunstâncias, concordaria que o aborto é aceitável, e perguntou “e se for um caso de estupro?”
A resposta do adolescente não poderia escandalizar mais o establishment pró-aborto de Hollywood: “Hmmm, bem, penso que é realmente triste, mas tudo acontece por uma razão.”

Como já foi visto em entrevistas similares, a mídia tenta manipular um entrevistado pró-vida com argumentos para que ele mude de opinião – pelo menos publicamente – afim de o encaixar dentro de um posicionamento pró-aborto. Mas com Bieber essa estratégia não deu certo, o cantor não mudou de opinião e a pressão apenas serviu para esclarecer aos fãs que o rapaz era, de fato, pró-vida.

A declaração pavimentou o caminho para um projeto: com o conhecimento que o cantor era contra o aborto, líderes do movimento pró-vida conectaram com a mãe de Bieber, Pat Malette, e juntos produziram o filme Crescendo – um curta metragem que aborda a relação sexual não consentida, um relacionamento abusivo, o sentimento de desespero da mãe grávida…  e a cura que o bebê traz para mãe: com um filho que a ama e se preocupa por ela, a mãe ganha forças e encontra sentido para ir em frente.
Via Contra o aborto
COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS


Comentários

LEIA TAMBÉM:

NOSSO APLICATIVO: