Nova novela da Record colocará o Papa como falso profeta e falará mal da Igreja Católica


A Record se prepara para exibir a partir do dia 21 a sua nova aposta para a teledramaturgia: a novela Apocalipse. A trama contará com efeitos especias nunca vistos na televisão brasileira. Com três fases (nos anos 80, 90 e atualmente), a trama mostrará uma das interpretações para o livro do Apocalipse, com destaque para as catástrofes naturais.



A autora Vivian de Oliveira, que escreveu os personagens especialmente para o folhetim, explicou que vê como propício o momento para a produção de uma novela com a temática do Apocalipse. “Nada mais atual que colocar os Apocalipse nos dias de hoje. As profecias que a gente vê na Bíblia têm tudo a ver com o que a gente tá falando… sobre as catástrofes naturais, possibilidades de guerra. Tudo isso passa pelo Apocalipse”, conta a autora. 
No entanto, o folhetim da emissora dos bispos abordará também uma temática que promete causar polêmica. Em dado momento da história, Apocalipse falará sobre o falso profeta que vai ser um sacerdote de uma igreja fictícia. No entanto, apesar de garantir que a igreja é ficcional, algumas imagens mostram que existe uma certa semelhança com os costumes católicos, desde as vestimentas, até a postura do líder.


Outra semelhança com a Igreja Católica é a sede da igreja fictícia, localizada em Roma. Para completar, ainda existe boatos de que um pastor fará o papel de bonzinho e assim alertará todos, sendo julgado e perseguido.


Vale lembrar que a Record TV pretende inovar em relação à novela bíblica Apocalipse. A trama, que substituirá O Rico e Lázaro no horário, terá um visual diferenciado. O folhetim terá uma proposta muito próxima de seriados e uma equipe de coloristas já trabalha nisso.


No elenco estão nomes como Sergio Marone, Igor Rickli, Emílio Orciollo Neto, Flávia Monteiro, Flávio Galvão, Henri Pagnoncelli, Jandir Ferrari, Jayme Periard, Joana Fomm, Jonatas Faro, Juliana Silveira, Junno Andrade, Jussara Freire, Mônica Torres, Selma Egrei, Juliana Knust, Eduardo Galvão, entre outros.
Assinada por Vivian de Oliveira, autora do sucesso Os Dez Mandamentos, Apocalipse terá início na Nova Iorque da década de 1980, como dito inicialmente, mas contará várias fases e passagem de tempo de vinte anos. As primeiras chamadas da produção já estão no ar.
Via TV Foco
COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS


Comentários

Augusto Paiva disse…
Segundo São João Evangelista, o Anti-Cristo é quem nega o filho e o pai (1 Jo 2,22), além de negar que Jesus veio em carne (2 Jo 1,7), o que os papas em 2.000 mil anos nunca, jamais!, negaram. O Papa é o sucessor de São Pedro (Mt 16,18); Edir Macedo é só um fundador de uma seita vagabunda. Edir Macedo é um falso profeta (cf. 2 Pe 2,1-3) que defende o aborto, dizendo pecar consientemente, além de criticar o primeiro milagre de Jesus. Edir Macedo é que é um anti-cristo e falso profeta! O anti-catolicismo da emissora de Edir Macedo é odiosamente criminoso!
Falsos profetas são todos eles que arrebentam o povo em nome Deus. Igrejas do "pague e leve" pura enganação. Falsos milagres. A intenção deles é aliciar mais pessoas para suas igrejas, assim mais dinheiro vão arrecadar.
Moacir Moreira disse…
Só por causa da roupa
Leonardo disse…
Algumas vezes a Bíblia usa a palavra “igreja” no sentido universal, isto é, para falar de todo o povo que pertence a Cristo, não importa de onde ele possa ser. Jesus falou da igreja deste modo: “Também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela” (Mateus 16:18). Ele não está falando apenas de uma congregação local, nem está falando de uma organização ou instituição mundial. Ele está falando de pessoas, pedras vivas, construídas sobre Jesus Cristo, a fundação sólida. Paulo falou da igreja, neste mesmo sentido universal, quando escreveu: “...Cristo é o cabeça da Igreja, sendo este mesmo o salvador do corpo” (Efésios 5:23). Jesus é o cabeça sobre todos aqueles que o servem, todos aqueles lavados e purificados de seus pecados (Efésios 5:26).
“Também vós mesmos, como pedras que vivem, sois edificados casa espiritual para serdes sacerdócio santo, a fim de oferecerdes sacrifícios espirituais agradáveis a Deus por intermédio de Jesus Cristo”(1 Pedro 2:5). “Assim, já não sois estrangeiros e peregrinos, mas concidadãos dos santos, e sois da família de Deus, edificados sobre o fundamento dos apóstolos e profetas, sendo ele mesmo, Cristo Jesus, a pedra angular; no qual todo o edifício, bem ajustado, cresce para santuário dedicado ao Senhor, no qual também vós juntamente estais sendo edificados para habitação de Deus no Espírito” (Efésios 2:19-22).

Então falou Jesus à multidão, e aos seus discípulos,
Dizendo: Na cadeira de Moisés estão assentados os escribas e fariseus.
Todas as coisas, pois, que vos disserem que observeis, observai-as e fazei-as; mas não procedais em conformidade com as suas obras, porque dizem e não fazem;
Pois atam fardos pesados e difíceis de suportar, e os põem aos ombros dos homens; eles, porém, nem com seu dedo querem movê-los;
E fazem todas as obras a fim de serem vistos pelos homens; pois trazem largos filactérios, e alargam as franjas das suas vestes,
E amam os primeiros lugares nas ceias e as primeiras cadeiras nas sinagogas,... (Mateus 23).
Mateus 9:35. E Jesus ia passando por todas as cidades e povoados, ensinando nas sinagogas, pregando as boas novas do Reino e curando todas as enfermidades e doenças.
Jesus é amor, quem não ama não está com Jesus, ele deseja que levamos a verdadeira palavra a todas as pessoas, independentemente de religião, se lermos a Bíblia, vamos ver que Jesus e os Apóstolos pregaram para todos e em todos os lugares. Quem é de Jesus não discute religião e nem defende nenhum tipo de instituição religiosa, mas sim anuncia o Evangelho sem intervenção humana, como disse Paulo, Contudo, ainda que nós ou mesmo um anjo dos céus vos anuncie um evangelho diferente do que já vos pregamos, seja considerado maldito!
Leonardo disse…
http://missionariodejesus.comunidades.net/voce-prega-o-evangelho-ou-divulga-sua-igreja