Convidados do 'Encontro com Fátima' se irritam com opinião de Dona Regina


Sem a presença de Fátima Bernardes, que está de férias, o Encontro teve uma saia justa entre uma senhora da plateia e os convidados do programa nesta sexta-feira, 6.





Discutindo sobre a censura de obras artísticas nos museus do Brasil, uma senhora se posicionou contra a exposição do Museu de Arte Moderna de São Paulo em que uma criança toca no pé de um artista nu. "Eu não sou contra a arte, mas sou contra a exposição da criança ali daquela forma. Eu sou contra a mãe que levou a criança, porque um adulto, tudo bem, mas será que essa criança foi preparada?", questionou dona Regina.
Andreia Horta ficou visivelmente incomodada com a opinião da senhora. "Prefiro não comentar", soltou a atriz com um sorriso amarelo. 


Na sequência, Bruno Ferrari retrucou a opinião levantada por Regina. "A criança foi exposta ao quê?", quis saber o ator com um semblante sério. "Ao nu mesmo e tocando ali [no pé do artista]. Pra quem assistiu não foi legal, pra quem estava em casa, como eu. Entendeu?", respondeu a aposentada com a voz trêmula.
Visivelmente incomodado com a situação, Bruno ficou calado e Andreia resolveu interceder. "Direito à opinião é liberdade. Todo mundo tem que ter direito a tudo. O que não posso é obrigar você a pensar como eu e nem o contrário. Não estamos conseguindo ter discussões abertas sobre as coisas. As opiniões estão reduzidas às redes sociais. Virou uma arena sangrenta, onde as pessoas ofendem. Eu coloquei minha opinião lá e fui ofendida de todas as maneiras possíveis. O que as pessoas viram, no vídeo, não estava à altura do que estava acontecendo na exposição. A exposição é absolutamente delicada. A performance dele é extramamente delicada, não tinha nada de violento ou pornográfico. Há uma distorção muito grave do que houve ali, tomando proporções inacreditáveis. É terrível que um corpo nu seja um choque, inclusive para o brasileiro", discursou Andreia antes de ser interrompida por Regina.




"Na criança", rebateu a senhora para irritação e desconforto maior dos convidados.
Percebendo o climão, a apresentadora Ana Furtado resolveu entrar na conversa. "Que estava acompanhada da mãe", completou Ana referindo-se à presença de um adulto com a criança.
Assista a partir do minuto 9'21.

Via Caras
COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS

Comentários

Infelizmente. Arte está sendo confundida com libertinagem. Arte da expressão do sentimento de um artista. Então me falem que expressão vulgar é essa que faz questão de confrontar e manipular a opinião pública????? Onde tudo é permitido? Porque uma criança??? Ela mesma estava incomodada com a situação? Qual é a expressão de sentimento importante que se expunha ali??? Nada ... Nada justifica tal atitude. Indignada com a cena e com aqueles que ...estando na mídia ... Acham isso normal.
Infelizmente. Arte está sendo confundida com libertinagem. Arte da expressão do sentimento de um artista. Então me falem que expressão vulgar é essa que faz questão de confrontar e manipular a opinião pública????? Onde tudo é permitido? Porque uma criança??? Ela mesma estava incomodada com a situação? Qual é a expressão de sentimento importante que se expunha ali??? Nada ... Nada justifica tal atitude. Indignada com a cena e com aqueles que ...estando na mídia ... Acham isso normal.