Aborto é crime e psicopatismo - Diga sim a vida


Partindo do principio de que, se eu sou dono do meu corpo e devo ditar as regras do que eu faço ou não com ele, quem sou eu, ou quem é você para dizer o que fazer com o corpo de uma criança que está no ventre desde o primeiro mês de vida? A criança que está no ventre, não faz parte do corpo de uma mulher e nem tão pouco de um homem que induz uma mulher a fazer um aborto. O que está dentro do ventre, é outra vida separada da sua, portanto, não dite as regras por uma criança indefesa. Pessoas que apoiam o aborto, sofrem de psicopatismo e crise de indenidade, assim como a identidade do Brasil está em crise desde 1889.





No mundo existem várias e várias mulheres que queriam ter o dom da fertilidade, que clamam a Deus dia e noite para o ter, enquanto isso, seres psicopatas que vivem em uma situação absurda fazendo assassinato desde seres humanos ao assassinato intelectual, acham que matar crianças é a melhor saída, acham que é melhor cometer um crime do que doar essas crianças a essas mães que não podem ter.



Chegou a época em que os pais se revoltarão contra os filhos e os filhos se revoltarão contra os pais, e nesta afirmação, cabe aqui dizer que pais que abortam o filho, são revoltados e seres sem capacidade para amar, que nunca saberão o valor de uma criança para a humanidade. Nada justifica o assassinato de uma criança, mesmo que a via de tal gravidez seja de um estupro, pois, colocar-se do mesmo lado do estuprador tornando-se um monstro, também é um crime, pois crime por crime não se justifica.


Se não quer ter esse filho, espere os nove meses e doe a criança, porque matando-a, suas mãos estarão sempre sujas de sangue infantil.




Lembre-se das palavras de Nosso Senhor: Em verdade eu vos declaro: todas as vezes que fizestes isto a um destes meus irmãos mais pequeninos, foi a mim mesmo que o fizestes. Mateus 25,40 - Embora o versículo fale expressamente de uma situação onde Jesus narra as vezes em que alguém deixou de fazer algo a Ele, como, por exemplo, bater na porta e pedir o que comer e não darem o que comer, pedir o que vestir e não darem o que vestir, também essas palavras se relacionam com as crianças, pois todas as vezes que fizerem um aborto, é a Deus quem estão fazendo, estão abortando-o/afastando-o cada vez mais de vossas vidas, do mesmo modo que quanto mais nos afastamos da luz, mais nos aproximamos da escuridão, assim também acontece com aquele que faz maldades para com as crianças.


Por fim, abortar uma criança é um atentando quanto ao mandamento não mataras. Muitos querem respeito, mas poucos são os que fazem por onde merecer. Os filhos devem honrar os pais para que seus dias sejam prolongados aqui na terra, do mesmo modo, os pais devem honrar os filhos. A palavra de Deus nos exorta: Tendo lido a missiva, o rei de Israel rasgou as vestes e exclamou: Sou eu porventura um deus, que possa dar a morte ou a vida?.... II Reis 5,7. Não somos Deus para decidir quem vive e quem morre, é Deus quem da a vida, o sopro vem d'Ele.



Diga não ao aborto.



COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS



Comentários

NOSSO APLICATIVO: