Padre sofre perseguição e Facebook censura mais uma vez


Ao fazer uma transmissão ao vivo no Facebook falando sobre o polêmico vídeo do pastor criticando a devoção de Nossa Senhora Aparecida, o Padre Augusto Bezerra, em suas redes sociais confirmou mais uma vez por parte da rede social uma perseguição religiosa e censura.




Meses atrás, várias páginas católicas também sofreram perseguições e censuras por parte da rede social.

O Padre Augusto Bezerra, sacerdote da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, publicou em sua página no Facebook o seguinte print abaixo:





Vale salientar, que nosso país é laico ( um país ou naçãocom uma posição neutra no campo religioso. Também conhecido como Estado secular, o Estado laico tem como princípio a imparcialidade em assuntos religiosos, não apoiando ou discriminando nenhuma religião.) , e todos nós (Católicos) temos o direito de nos expressarmos de quaisquer formas possíveis. Lembrando, que pode haver processo judicial ao se tratar de perseguição religiosa. 


Queremos respostas da rede social referindo-se a perseguição que assola nesta rede sociais a nós católicos. 

Via Futuros Padres

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS



Comentários

NOSSO APLICATIVO: