Mesmo morta, ela gerou dois filhos e 123 dias depois deu à luz por um milagre


Algumas coisas em nossa vida não são fáceis. É difícil pensar que enquanto alguns chegam, outros se vão. Nessa história, uma mãe adiou sua partida para que pudesse dar vida aos seus filhos gêmeos.



Frankielen da Silva Zampoli Padilha, de 21 anos, teve morte cerebral enquanto estava grávida. Os médicos haviam se preparado para retirar os bebês que, provavelmente, teriam morrido, mas quando viram que seus corações ainda batiam no útero, eles não tiveram outra saída.


"Nós fizemos um ultra-som nos embriões pensando que estariam falhando no útero, mas para nossa surpresa eles estavam apegados à vida", disse o médico Dr. Dalton Rivabem. "Os órgãos de Frankielen estavam todos intactos e trabalhavam como se ainda estivesse com a gente. Tomamos a decisão de mantê-la viva para salvar seus filhos não nascidos, e todos os dias os assistimos crescer normalmente".


A equipe do hospital de Nossa Senhora do Rocio, no Paraná, decorou o quarto do hospital da mãe, sempre cantando e conversando com os bebês em crescimento ainda na barriga.
Após 123 dias, Frankielen deu à luz por cesariana e os gêmeos, um menino e uma menina, vieram ao mundo! Eles foram mantidos em incubadoras por três meses e agora estão sendo muito bem cuidados pelo pai, Muriel Padilha e a avó, Angela Silva.


"Estou tão orgulhosa da minha filha. Tem sido difícil perdê-la, mas ela era uma guerreira até o fim, protegendo seus filhos bonitos e dando vida até o dia em que ela finalmente morreu", disse Angela.


Muriel acredita que o espírito da esposa falou com ele e disse que foi para um lugar melhor. "Frankielen me apareceu em muitas ocasiões, especialmente quando eu estava desesperado e gritando para Deus trazê-la de volta para mim", lembrou ele. "Uma noite ela se sentou na minha cama e disse: 'Amor, não posso mais voltar para você. Eu devo ficar. Estou em um lindo lugar agora. Você ainda tem uma grande missão para completar. Você tem que cuidar dos nossos filhos e você tem que ser forte, seguir em frente e viver sua vida".


Os aparelhos que mantinham a mãe viva foram desligados logos após ela dar à luz e seus órgãos foram doados. Sua família pode lhe dar um bom enterro. Embora todos triste com a perda de Frankielen, também estão felizes com a chegada dos dois novos anjinhos!
Via Little Things
COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS


Comentários

LEIA TAMBÉM:

NOSSO APLICATIVO: