Após apelo do Papa, hospital do Vaticano diz que está disponível para receber Charlie

Um hospital dos Estados Unidos, cujo nome não foi revelado, também se ofereceu para cuidar do pequeno gratuitamente

Após o apelo do Papa Francisco para que o desejo dos pais de Charlie de “acompanhar e cuidar” do filho “até o fim” não fosse negligenciado, o Hospital “Bambino Gesù” em Roma abriu as portas para receber o pequeno de dez meses.



A Presidente do Hospital, Mariella Enoc, anunciou na segunda-feira ter pedido ao Diretor de Saúde do instituto para verificar com o hospital inglês onde Charlie está internado, se existem condições para uma eventual transferência para o “Bambino Gesù”.


“Sabemos que é um caso desesperador – afirmou – e que, segundo parece, não existem terapias eficazes”, mas como recordou o Papa no tweet de sexta-feira, “defender a vida humana, sobretudo quando é ferida pela doença, é um compromisso de amor que Deus confia a todo ser humano”.
“As palavras do Santo Padre em relação ao pequeno Charlie – explica Enoc – sintetizam bem a missão do Hospital Bambino Gesù”.


Também um hospital dos Estados Unidos, cujo nome não foi revelado, se ofereceu para cuidar do pequeno gratuitamente.
Neste contexto, a Premier Theresa May informou que todos os seus pensamento estão voltados para a criança e seus pais.
Enquanto isto, em diversas partes do mundo, multiplicam-se as iniciativas de oração pelo pequeno Charlie.
Via Rádio Vaticano
COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS


Comentários

LEIA TAMBÉM:

NOSSO APLICATIVO: