Mãe de Cristiano Ronaldo revela que quis interromper sua gravidez do ídolo do futebol mundial


Poucos sabem da história de vida de um dos maiores jogadores de futebol do mundo. Cristiano Ronaldo, que acaba de conquistar a quarta Liga dos Campeões, marcou dois gols na final da Champions e já chegou aos 600 gols, poderia nunca ter nascido.



Tudo poderia ter sido diferente se um médico apenas tivesse dito "sim" a Dolores Aveiro, mãe do jogador, que quis abortar quando estava grávida dele.


Quando engravidou, ela tinha 30 anos e três filhos: Hugo, Elma e Kátia. Como o médio não apoiou a decisão, Dolores tentou uma espécie de receita caseira: bebia cerveja preta quente e corria até seu corpo não aguentar mais.


Apesar do que passou sem nem ainda ter nascido, os planos da mãe do ícone do futebol não seguiram em frente. Cristiano Ronaldo nasceu e sua irmã, Katia Aveiro, diz que ele é “deus”. Momentos depois do irmão conquistar mais uma Liga dos Campeões, a moça escreveu nas redes sociais: “Pois é!!! Deus é maravilhoso .. e deus nomeou um rei e o rei é este mesmo”.


Que bom que as coisas acontecem da forma como devem acontecer. Tudo tem uma razão, não acha?


Via Impala News
COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS


Comentários