Solidariedade e emoção: o reencontro da Chape com a aeromoça Ximena


Quanto maior uma tragédia, maior a dose de amor fraterno e solidariedade necessária para superá-la. E é com gestos de amizade que boa parte do mundo tem se esforçado para ajudar a superar a tragédia de 29 de novembro de 2016, em que morreram 71 pessoas entre jogadores e membros da delegação da Chapecoense, bem como jornalistas e tripulação.



O mais recente desses gestos envolveu um reencontro emocionante na passagem da Chapecoense pela cidade boliviana de Santa Cruz de La Sierra, neste último sábado: a caminho de um amistoso com o time mais popular do país vizinho, o Bolívar, em La Paz, a Chape recebeu no hotel a visita de Ximena Suárez, comissária de bordo que está entre os seis sobreviventes da tragédia com o avião da LaMia.
Em sua página, o clube catarinense postou:
A Chapecoense viajou dia 24 para disputar um amistoso na cidade de La Paz, na Bolívia. O convite foi realizado pelo Club Bolívar em forma de solidariedade ao trágico acidente ocorrido em novembro de 2016. O jogo será beneficente. É a primeira vez que as equipes se enfrentam, mas o time mais popular do futebol boliviano já entrou em campo em dezembro de 2016 para enfrentar o Nacional Potosí com uma camisa verde em homenagem à Chapecoense. A sobrevivente Ximena Suárez se encontrou com a delegação da Chapecoense no hotel em Santa Cruz de La Sierra. Mesmo com dores, Ximena fez questão de vir abraçar o grupo. Muito emocionada, ela recordou os momentos felizes em que viajou com o clube“.
Ximena também se manifestou a respeito do encontro:


Queria parabenizar a todos pela conquista da Copa Sul-Americana e espero encontrá-los em um próximo jogo. Agradeço o carinho de todos e espero ir ao Brasil. Muito obrigado a todos“.

O amistoso


O Bolívar já tinha demonstrado solidariedade logo após o acidente, ao doar 25.000 dólares à Chape. O amistoso deste sábado, na Bolívia, foi mais uma iniciativa da equipe para demonstrar amizade e apoio.
Precedida por um minuto de silêncio e grandes ovações do público presente no estádio Hernando Siles, a partida viu os jogadores do Bolívar entrarem em campo com uma camiseta em homenagem à Chapecoense. Já os homenageados foram representados pela equipe sub-20 da Chape, dado que o time principal tinha jogo oficial pelo Campeonato Catarinense contra o Avaí, neste domingo, em Chapecó. Nessa partida oficial em casa, a Chapecoense venceu por 2×0 e assumiu a liderança do campeonato estadual; já no amistoso, o time boliviano venceu a equipe juvenil da Chape por 3×1.


Nei Maidana, vice-presidente de futebol da Chapecoense, falou dos convites que o time tem recebido desde a tragédia. “Nós estamos sendo convidados para vários amistosos, no mundo inteiro. O de hoje é uma forma de agradecermos ao povo boliviano pela solidariedade mostrada neste momento difícil“.

Via Aleteia
COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS NO FACEBOOK  CLICANDO NO BOTÃO COMPARTILHAR ABAIXO:

Comentários

LEIA TAMBÉM:

NOSSO APLICATIVO: