Considerações sobre Madre Teresa de Calcutá

Algumas linhas sobre a vida e testemunho da encantadora Madre de Calcutá e seu segredo de tanta ternura e caridade.

Hoje após ter terminado minha oração pessoal, comecei a ler um livro de espiritualidade que traz a história da vida e ensinamentos de Madre Teresa de Calcutá.



Como é belo ver alguém que pregou e viveu a maior virtude de Cristo que é a caridade. Isso toca o nosso coração e renova nossa alma. Essa mulher de espírito tão belo, que foi considerada a primeira dama da caridade, quando em dezembro de 1979 recebeu o prêmio Nobel da Paz, na cidade de Oslo, na Noruega, após ter recebido alto elogio do presidente da ONU, ela disse: “Eu sou somente uma pobre mulher que reza e rezando o Senhor Jesus me enche o coração de amor pelos pobres, assim, posso ama-los com o amor de Deus”. Madre Teresa se considerava como um simples lápis que Deus usava para escrever mensagens de amor.
Madre Teresa fundou a congregação das Missionárias e dos Missionários da Caridade, em Calcutá, outubro de 1950, sua congregação tornou-se uma forte corrente de graça no seio da Igreja e pra toda a sociedade, as missionárias e missionários da Caridade, que em sessenta anos, cresceram de modo inimaginável. Madre Teresa influenciou com sua palavra, testemunho e exemplo toda uma geração de cristãos e não cristãos no incentivo à vivencia do amor aos pobres e miseráveis deste mundo. E assim, com sua congregação, ela continua a acolher os pobres para amar-lhes com o amor de Deus e para consolar-lhes com a mais bela e verdadeira notícia “Deus te ama”. A todos ela repetia incansavelmente , Deus é Amor.
O Papa João Paulo II no dia da sua beatificação em Outubro de 2003 disse: “Estou pessoalmente grato a esta mulher corajosa, que senti sempre ao meu lado. Ícone do Bom Samaritano, ela ia a toda a parte para servir Cristo nos mais pobres entre os pobres. Nem conflitos, nem guerras conseguiam ser um impedimento para ela. A vida de Madre Teresa recorda a todos que a missão evangelizadora da Igreja passa através da caridade, alimentada na oração e na escuta da palavra de Deus. É emblemática deste estilo missionário a imagem que mostra a nova Beata que, com uma mão, segura uma criança e, com a outra, desfia o Rosário. Contemplação e ação, evangelização e promoção humana: Madre Teresa proclama o Evangelho com a sua vida inteiramente doada aos pobres mas, ao mesmo tempo, envolvida pela graça da oração”.
Um jornalista visitando um hospital e, vendo a solicitude e o carinho com que madre Teresa de Calcutá, limpava as feridas de um mendigo, disse, com um lenço no nariz por causa do mau odor:



– Irmã, eu não faria isso nem por um milhão de dólares!
Então ela levantou os olhos doces e tranquilos para o jornalista e lhe disse:
– Eu também não faria por um milhão de dólares. Faço por amor a Deus e a esse meu pobre irmão doente.
Recordamos também, o fascinante fato: quando levaram uma mulher numa situação inacreditável, pois foi pisoteada em uma manifestação violenta, Madre Teresa a acolheu com sua grande delicadeza e carinho maternal cuidou dela e limpou suas feridas por horas. A mulher mesmo com toda sua situação triste por causas das feridas perguntou a Madre Teresa: “Irmã, mas porque você faz isso? Nem todos fazem assim, quem lhe ensinou essas coisas? Madre Teresa com docilidade de alma respondeu: “Quem me ensinou foi o meu Deus”. E aquela mulher lhe pediu: “Faça-me conhecer o teu Deus”. Naquele momento a Madre, abraçou-a, e lhe deu uma maravilhosa resposta: “O meu Deus você agora já conhece. O meu Deus se chama Amor”.
O segredo de Madre Teresa é o segredo do cristianismo. O nosso segredo é o Deus que nos ama e sendo amados, nos tornamos capazes de fazer o amor acontecer na vida dos outros, de amar aonde estivermos. , Deus é amor. Deus te ama.

Padre Geraldinho 

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS NO FACEBOOK 
 CLICANDO NO BOTÃO COMPARTILHAR ABAIXO: