Oração de São Miguel Arcanjo contra os dirigentes das trevas


Gloriosíssimo príncipe da milícia celeste, São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate e na luta contra os principados e as potestades, contra os dirigentes deste mundo de trevas, contra os espíritos malignos espalhados pelos ares (Ef 6,12).

Vinde em socorro dos homens que Deus criou imortais e fez a imagem de Sua própria natureza e resgatou por grande preço da tirania do demônio (Sb 2,23; 1 Cor 6).



Combatei hoje, com os exércitos dos anjos bons, o combate do Senhor, assim como outrora lutastes contra lúcifer, chefe do orgulho, e contra os anjos apóstatas.

Eles não prevaleceram nem foi mais encontrado o lugar deles no céu, mas foi expulso aquele grande dragão, a antiga serpente que se chama diabo e satanás, que seduziu todo o orbe; e foi lançado na Terra, e seus anjos juntamente com ele (Ap 12, 7-9).

Eis que o inimigo antigo e homicida se ergueu com veemência. Transfigurado em anjos da luz, com toda a multidão de espíritos maus, circundou e invadiu toda a Terra, para que nela destruísse o nome de Deus e de Seu Cristo e roubasse as almas destinadas a coroa da glória eterna, e as prostrasse e as perdesse na morte eterna.

O dragão maldito trasvasou, como rio imundíssimo, o veneno de sua iniqüidade, em homens depravados de mente e corruptos de coração; incutiu-lhes o espírito de mentira, impiedade, blasfêmia, e seu hálito mortífero de luxúria, de todos os vícios e iniqüidades.

As hostes astuciosíssimas encheram de amargura a Igreja, esposa imaculada do Cordeiro, e inebriaram-na com absinto; puseram-se em obras para realizar todos os seus ímpios desígnios.

Ale onde está constituída a sede do beatíssimo Pedro e cátedra da verdade para iluminar os povos, ali colocaram o trono de abominações de sua impiedade, para que ferido o pastor, dispersassem as ovelhas.

Vinde, pois, general invictíssimo, e daí a vitória ao povo de Deus contra as perversidades espirituais que irrompem. A santa Igreja vos venera como seu guarda e protetor, vos glorifica como defensor contra as potestades abomináveis da terra e dos infernos.

Confiou-vos o Senhor a missão de introduzir na felicidade celeste as almas resgatadas. Rogai, pois, ao Deus da paz que esmague satanás sob nossos pés, a fim de que ele não mais possa manter cativos os homens e fazer mal à Igreja.



Apresentai ao Altíssimo as nossas preces, a fim de que sem tardar o Senhor nos faça misericórdia, e vós contenhais o dragão, a antiga serpente que se chama diabo e satanás, e o lanceis encadeado no abismo para que não mais seduza as nações (Apoc.20).

Desde já, confiantes em vossa assistência e proteção (com a sagrada autoridade de nosso ministério sacerdotal), empreendemos com fé e segurança a repelir os assaltos da astúcia diabólica em nome de Jesus Cristo, Deus e Senhor nosso.

V – Eis a cruz do Senhor, fugi potências inimigas.
R – Venceu o Leão da tribo de Judá, a estirpe de Davi.
V – Venha a nós, Senhor, a Vossa misericórdia.
R – Como esperamos em Vós.
V – Senhor, escutai minha oração.
R – E chegue até Vós o meu clamor.
Padre – O Senhor esteja convosco.
R – Ele está no meio de nós.

Oremos:

Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, invocamos o Vosso santo nome e, suplicantes, pedimos com instância a Vossa clemência, para que, pela intercessão da Imaculada e sempre Virgem Maria, Mãe de Deus, do bem-aventurado Miguel Arcanjo, de São José, esposo da mesma bem-Virgem, dos bem-aventurados apóstolos Pedro e Paulo e de todos os Santos, Vos digneis auxiliar-nos contra satanás e todos os outros espíritos imundos que vagueiam pelo mundo, para fazer mal ao gênero humano e perder as almas.

Pelo mesmo Cristo nosso Senhor.

Amém. 

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS