Comovente testemunho de jornalista argentino: Meus pais eram adolescentes e rejeitaram o aborto.



Durante uma controvertida reportagem sobre o drama do aborto em menores, o jornalista argentino Adrián Pallares compartilhou seu testemunho: “Meus pais me conceberam quando eram adolescentes, e apesar das dificuldades tiveram a coragem de seguir adiante com a gravidez”.




Na edição do programa ‘Café da manhã Americano’ do canal argentino América TV, apresentado no dia 1º de maio, Pallares participava deste programa no qual debatiam sobre a confissão de Nadia Terazzolo, mulher de 31 anos que participou na edição do programa ‘Big Brother Argentina’ e confessou que quando ficou grávida, ainda adolescente, seu namorado a obrigou a abortar.

“Fiquei grávida do meu primeiro namorado e ele não quis saber de nada. Ele me convidou para uma viagem, paramos em Bolívar e despertei em Mar Del Plata, toda enfaixada. Tinham realizado um aborto em mim”, relatou recentemente Terazzolo.



Enquanto debatiam sobre o caso, Adrián Pallares interrompeu o programa com seu testemunho: “Minha mamãe ficou grávida quando tinha 16 anos. E meus pais se amavam, ainda se amam muito. Ainda sendo adolescentes decidiram trazer-me ao mundo”, confessou.

Pallares afirmou: “Isso acontece com muitas pessoas, muitas que se amam, mas se assustam, não sabem o que fazer, temem não ser compreendidas nem apoiadas pelos seus pais. Então, decidem fazer algo que pode prejudicar a mulher, inclusive matar a criança”.

E testemunhou: “Sem querer parecer fanático, quero declarar que sou fruto de alguém que teve coragem, pois sendo adolescentes com 16 e 17 anos decidiram seguir com a gravidez apesar das dificuldades”.

A apresentadora do programa, comovida pelo testemunho, aproximou-se de Pallares após seu testemunho e deu-lhe um forte abraço. 

Fonte: Carmadélio

Gostou do testemunho? Clique no botão compartilhar abaixo para que seus amigos do Facebook também possam ler: 

LEIA TAMBÉM:

NOSSO APLICATIVO: