Novena de Natal - 7º Dia


Introdução
Neste sétimo dia da novena de Natal, a liturgia nos apresenta o canto do Magnificat para nos ajudar a preparar para o nascimento do Senhor Jesus. A atitude de Maria com este canto é um programa de vida, reconhecendo a presença e a ação de Deus em nossa vida.
Neste tríduo que antecede o Natal e quase o final do ano, esta atitude de gratidão e reconhecimento deve ser o que caracteriza nossa relação com o Senhor e com os demais.


Sétimo dia
Motivação:
:: Neste sétimo dia da novena de Natal, continuar preparando o presépio. Depois de ter colocado a imagem de Maria, de José, o estábulo, a manjedoura, os pastores, colocar as ovelhas, demonstrando como cada um deve louvar e bendizer a Deus, desde o que tem e faz.
:: Que cada um faça uma oração Louvando e bendizendo ao Senhor pela própria vida, pela família, pelo trabalho, pela saúde, pelo que cada um tem e pelo que falta também.
:: Fazer algum gesto concreto de gratidão e agradecimento. Ser capaz de dizer aos que o rodeiam: “obrigado por…”. Fazer o mesmo na família. Expressar a gratidão com um abraço, um gesto, uma ligação, ser capaz de dizer: “obrigado”.
Oração Inicial
:: Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!
Maria, Virgem Grávida, Mulher de Deus, Virgem do SIM fecundo.
Tu que fecundaste ao Verbo de Deus e o levaste em teu seio durante nove meses, sentindo-o palpitar e crescer dentro de ti, experimentando sua presença e sendo transformada por Ele.
Nestes dias que antecedem o nascimento de teu Filho, nós queremos acompanhar-te; queremos estar contigo e para aprender de ti a levar a Deus no coração e deixarmo-nos transformar por sua presença.
Maria, Virgem Grávida, te pedimos que ao acompanhar-te, sejas Tu quem interceda por cada um de nós, para que possamos celebrar o Natal cheios da presença de teu Filho em nossas vidas. Maria, Virgem Mãe, mulher da espera confiada, pede por nós para que neste Natal, todos possamos ficar mais perto de seu Filho, e assim sermos capazes de recomeçar, de perdoar e ser perdoados, de voltar a amar, e ser curados interiormente, para celebrar e viver a vida de Deus em nós.
Maria, Virgem do SIM e da realização, Virgem Mãe do silêncio eloqüente, ajuda-no a celebrar este Natal, tendo seu Filho centro de nossas vidas. Maria, pede por nós, agora e sempre.
Que assim seja.
Leitura: Lc 1, 46-56
Aprofundar no Evangelho. Ler a Palavra e deter-se nela. Ver os detalhes, dos personagens. Fazer uma leitura gastando tempo para conhecê-la escutando o Senhor.
Contemplação
É buscar apropriar-se do texto, não olhá-lo com expectador, mas ser participante da cena. Ter uma relação pessoal e direta com os personagens. Usar a imaginação para conhecê-los e aprofundá-los interiormente.
Oração: Obrigado Maria por ser sensível à manifestação do Senhor em tua vida. Graças por reconhecer o que és e por dar ao Senhor o lugar que lhe corresponde em tua vida. Obrigado por dizer que o Senhor foi quem fez em Ti maravilhas. Obrigado por deixar que o Senhor fizesse em ti o que fez. Obrigado por confiar e crer Nele. Obrigado por mostrar-nos como o Senhor atua e tem atuado na história, como está do lado dos que Nele confiam, e como se enfrenta o soberbos e orgulhosos, os egoístas e os prepotentes. Obrigado por dar-nos a confiança de que o Senhor levanta os humildes, que sacia os famintos. Maria, intercede por nós para que possamos fazer como tu fizeste, para ter os sentimentos que tu tivestes, para deixarmo-nos conduzir e ser cheios do Senhor como tu foste.
Que assim seja.
Oração: Senhor Jesus, tua mãe soube reconhecer e manifestar tua presença nela e na história, e por ter tido a sensibilidade de nos relatar como Tu atuas, o que te agrada, quem são os Teus privilegiados. Senhor, faz com que aprendamos dela a reconhecer a tua presença em nosso dia a dia, que possamos descobrir-te em cada acontecimento que nos acontece e sabendo como és, como ages, o que gostas, saibamos confiar e esperar em Ti Senhor, assim como tua mãe, que reconheceu tudo o que o Pai fez nela, e que da mesma maneira possa atuar e saber que sem ti não sou nada, e que és Tu quem faz tudo em mim. Que assim seja.


Oração Final
Menino Jesus, assim como tua mãe, vimos a ti para te agradecer e bendizer-te por tudo o que fazes em nós e por nós. Agradecemos-te e bendizemos porque quisestes nos redimir a partir de nossa própria natureza, porque se fizeste um de nós, sendo Tu o em tudo semelhante a nós, menos no pecado, porque assumindo nossa vida, nos deste vida com tua vida.
Te damos graças e te bendizemos porque com teu nascimento dignificaste nossa natureza, nos mostrastes o quanto é sagrada a vida, porque dignificastes a mulher, nascendo Tu mesmo de Maria Virgem. Glorificamos-te porque com teu nascimento nos dás fortaleza e alegria, nos enche de gozo e consolo, nos faz renascer na esperança, nos mostras que Tu estás conosco. Bendito e louvado sejas porque és o Deus que vive e nos dá a vida, que nos conheces por dentro e que nos enche de amor. Bendito e louvado sejas por teu nascimento e por tua vida e redenção. Bendito e louvado sejas hoje e sempre.
Que assim seja.

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS NO FACEBOOK  
CLICANDO NO BOTÃO COMPARTILHAR ABAIXO: