Novena de Natal - 3º dia


Introdução
Neste terceiro dia da Novena, em que nos preparamos para o Natal, a liturgia nos apresenta o texto da Anunciação a José, uma passagem cheia de significado teológico e de dignidade pessoal. O testemunho deste homem justo e nobre é eloquente, e, por sua vez, comprometedor. É um projeto de vida para imitar sua nobreza pessoal e sua docilidade de espírito para deixar-se conduzir pela ação do Espírito em sua vida.

Que o testemunho de José nos ajude a olhar nossa atitude no casamento e na família, e que ele nos ajude a nos aproximarmos mais do Senhor.



Terceiro dia 
Motivação:
:: Neste terceiro dia da novena de Natal, siga preparando o presépio. Depois de ter colocado a imagem de Maria e de José, nesta oportunidade colocar o estábulo, significando a rejeição que tiveram em Belém.
:: Que cada um faça uma oração de perdão e ajuda, pedindo a intercessão de José e de Maria pelos casais que estão em conflito e dificuldades, para que, neste Natal, possam começar uma nova vida.
:: Faça algum gesto ou atitude concreta durante o dia. Se o casal estiver em conflito, que seja capaz de se aproximar e buscar o diálogo; se não houver necessidade disso, que ajude outros casais em situação difícil, seja instrumento de paz e reconciliação aos demais.
Oração Inicial
:: Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!
Maria, Virgem Grávida, Mulher de Deus, Virgem do ‘sim’ fecundo. Tu que fecundaste ao Verbo de Deus e o levaste em teu seio durante nove meses, sentindo-O palpitar e crescer dentro de ti, experimentando a presença d’Ele e sendo transformada por Ele.
Nestes dias que antecedem o nascimento de teu Filho, nós queremos acompanhar-te; queremos estar contigo e aprender de ti a levar Deus no coração e nos deixarmos transformar por Tua presença.
Maria, Virgem Grávida, pedimos-te que, ao acompanhar-te, sejas tu quem interceda por cada um de nós, para que possamos celebrar o Natal cheios da presença de teu Filho em nossa vida. Maria, Virgem Mãe, mulher da espera confiada, pede por nós para que, neste Natal, todos possamos ficar mais perto de seu Filho e, assim, sermos capazes de recomeçar, de perdoar e ser perdoados, de voltar a amar, e ser curados interiormente para celebrar e viver a vida de Deus em nós.
Maria, Virgem do ‘sim’ e da realização, Virgem Mãe do silêncio eloquente, ajuda-no a celebrar este Natal, tendo teu Filho como centro de nossa vida. Maria, pede por nós, agora e sempre.
Que assim seja.
Leitura: Mateus 01, 18-24
Aprofundar no texto. Ler várias vezes, saborear a palavra. Ver a atitude de José, seu conflito interno, seus interesses, sua busca e sua docilidade.
Contemplação
É buscar apropriar-se do texto, não olhá-lo com expectador, mas ser participante da cena. Ter uma relação pessoal e direta com os personagens. Usar a imaginação para conhecê-los e aprofundá-los interiormente.
Oração: José, surpreende e comove-nos a tua atitude nesse momento tão difícil para ti, quando, conhecendo Maria, sabendo quem ela era, lhe sucedia algo que tu não entendias, algo que para ti era inconcebível: como podia ela, tua prometida, ter te traído? Nesse momento, em vez de denunciá-la, porque era impossível que ela tivesse te enganado, decidiste arcar com toda a culpa e desaparecer, assumir toda a responsabilidade e ser tu quem pareceria como o irresponsável. Preferiste isto a fazer algo contra aquela mulher que esperavas como esposa, mas que agora estava esperando um filho de alguém que tu não conhecias. José, bendita seja a tua delicadeza, tua nobreza, teu coração grande e sensível, por ser tão homem, tão digno, tão respeitoso a ti mesmo e à Maria. Bendito seja por ter preferido sofrer as consequências do que prejudicar Maria; bendito seja por tua dignidade de homem. E por outro lado, José, ajuda os muitos casais que tem problemas, ajuda os que não sabem dialogar e encontrar a solução a dois. Ajuda, José, para que haja paz e harmonia nas famílias.
Oração: Menino Jesus, Tua mãe, que Te concebeu por obra do Espírito Santo, levou-Te dentro dela com todo amor, mas isso ocasionou que José, Teu protetor, se sentisse ferido por esta situação, e ante à incompreensão, preferiu abandoná-la. Menino Jesus, neste tempo em preparação para o Teu nascimento, pedimos que derrames Tua benção sobre os casais que estão em dificuldades; ajuda-os para que saibam conversar, escutar ao outro, que deem espaço para o diálogo e o perdão. Menino Jesus, derrama Tua graça sobre essas pessoas para que voltem a se querer como fizeram no início e agora se queiram mais tendo a Ti.
Que assim seja!


Oração Final
José, homem justo e digno, homem respeitoso de si mesmo e de Maria, tu que tens deixado ser guiado pelo Espírito Santo, olha e ajuda a todos os casais que vivem em dificuldades e incompreendidos, que são incapazes de escutar e compreender ao outro, que não encontram saída a seus problemas, que estão sofrendo e lhes sangram o coração. Tu, José, que viveste uma situação algo parecido, intercede por elas, acompanhe-as, fortalece-as, para que saibam se dar uma oportunidade, para que possam se escutar, e se abrir ao outro, para que possam atuar com o coração de Deus, para acertar, compreender e perdoar, para buscar entre os dois o caminho de saída, para que, iluminados pelo Espírito Santo, e sendo dócil à Tua ação, possam olhar à frente, perdoar-se, esquecer e, assim, começar novamente uma nova vida, mais unidos, mais maduros, mais entregues, tendo Jesus no centro de suas vidas. José, que as famílias que estão em conflito, sob tua intercessão possam voltar a querer-se e serem felizes, como foram vocês em Nazaré. José, hoje e sempre, peço pelos casais em conflito e que, por tua intercessão, tenham a paz e a alegria que vem do Senhor.
Que assim seja.

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS NO FACEBOOK  
CLICANDO NO BOTÃO COMPARTILHAR ABAIXO: