Maria, Mãe da juventude


A Virgem Maria e a sua presença materna na Jornada Mundial da Juventude.
A Virgem Maria, Mãe de Cristo e Mãe da Igreja, está presente na Jornada Mundial da Juventude (JMJ). A presença materna de Nossa Senhora na JMJ é representada por um símbolo, que é o Ícone de Maria, que acompanha a Cruz peregrina da Jornada. Esta presença de Mãe e de intercessora dos jovens foi e continua a ser lembrada pelos Papas. Desde o Papa João Paulo II, passando pelo Papa Emérito Bento XVI, até o atual Papa Francisco, a Jornada Mundial da Juventude é confiada à materna proteção e intercessão da Virgem Maria, Mãe da juventude.




Um momento histórico que fortaleceu os jovens em sua confiança em Maria foi a entrega do Ícone de Maria à juventude como símbolo da JMJ. Por ocasião da JMJ de 2003, o Papa João Paulo II deu aos jovens mais um símbolo de fé para ser levado pelo mundo, acompanhando a Cruz peregrina: o Ícone de Maria, Mãe de Deus, “Salus Populi Romani” (Protetora do Povo Romano). A imagem é uma cópia contemporânea de um antigo ícone sagrado, que se encontra na basílica de Santa Maria Maior, em Roma. O Santo Padre confiou o Ícone de Maria aos jovens do mundo inteiro como sinal da presença materna de Nossa Senhora junto a eles e os chamou a acolhê-la em suas vidas: “Hoje eu confio a vocês… o Ícone de Maria. De agora em diante ele vai acompanhar as Jornadas Mundiais da Juventude, junto com a Cruz. Contemplem a sua Mãe! Ele será um sinal da presença materna de Maria próxima aos jovens que são chamados, como o Apóstolo João (cf. Jo 19, 25-27), a acolhê-la em suas vidas”.

O Papa Bento XVI, sucessor de João Paulo II, confirmou a importância do Ícone da Mãe de Deus para a JMJ. Na cerimônia de entrega da Cruz e do Ícone de Maria de jovens alemães para a delegação da juventude australiana no Domingo de Ramos de 2006, Bento XVI destacou a razão da pertença do Ícone de Maria à peregrinação da Cruz da JMJ: “Nossa Senhora esteve presente no cenáculo com os Apóstolos quando eles estavam esperando por Pentecostes (cf. At 1, 14). Que ela seja vossa mãe e guia. Que ela vos ensine a receber a palavra de Deus, a valorizá-la e meditá-la em seu coração (cf. Lc 2,19) como ela fez com sua vida. Que ela possa encorajar-vos a dizer o vosso ‘sim’ ao Senhor ao viver ‘a obediência da fé’. Que ela possa ajudar-vos a permanecer fortes na fé, constantes na esperança, perseverantes na caridade, sempre atentos à palavra de Deus”.
No dia 14 deste, o Papa Francisco, na oração mariana do Angelus, confiou os participantes da JMJ Rio 2013 à intercessão de Maria Santíssima: “E uma outra intenção eu gostaria de confiar à Nossa Senhora, junto a todos vocês. Está próxima a Jornada Mundial da Juventude do Rio de Janeiro. Se vê que existem tantos jovens de idade, mas todos vocês são jovens no coração! Eu partirei em oito dias, mas muitos jovens irão ao Brasil antes. Rezemos então por esta grande peregrinação que começa, para que Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil, guie os passos dos participantes e abra os seus corações para acolher a missão que Cristo dará a eles”.



Assim, como nos recomendou o Papa João Paulo II, contemplemos a Virgem Maria! Acolhamos a Mãe da juventude em nossas vidas, em nossas casas, mas especialmente em nosso coração. Em obediência às palavras de Bento XVI, que Maria seja nossa Mãe e guia. Peçamos a Mãe da Igreja que nos ajude a receber a Palavra de Deus e a meditá-la em nosso coração. Como nos pediu o Papa Francisco, rezemos pela JMJ 2013, pedindo a Nossa Senhora de Aparecida que guie os passos dos participantes e abra os seus corações para acolher a missão que Jesus Cristo confiará a eles. Consagremos a JMJ 2013 a Virgem de Aparecida, Padroeira do Brasil, para que aumente cada vez mais uma juventude de Maria, consagrada a Cristo e à Igreja por meio dela. 

Via CN
COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS NO FACEBOOK  
CLICANDO NO BOTÃO COMPARTILHAR ABAIXO:

LEIA TAMBÉM:

NOSSO APLICATIVO: